A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Max Garkavvy
©Max Garkavvy2020 Game

Com este jogo gratuito vai ter de sobreviver a 2020 outra vez

Chama-se 2020 Game e está disponível para jogar gratuitamente nos browsers de computadores e telemóveis, em estilo 8-bit. Tente ultrapassar todos os obstáculos.

Por Renata Lima Lobo
Publicidade

Lançado no início do ano, o 2020 Game foi desenvolvido por Max Garkavvy, um apaixonado por jogos que sonha fazê-los a tempo inteiro. Este é o seu primeiro jogo, um projecto que desenvolveu sozinho ao longo de seis meses, na esperança de poder deixar o “trabalho chato” que tem numa “grande corporação”, explica na página onde espera por doações dos fãs deste jogo.

Disponível em 2020game.io, demora cerca de três minutos a concluir, desde que não seja apanhado muitas vezes pelos principais vilões desta história, os agentes infecciosos da Covid-19. Mas neste jogo encontra referências a diversos eventos que marcaram a história de 2020, como os fogos na Austrália, a ascenção do Tik Tok, a queda do mercado de acções ou as eleições presidenciais norte-americanas.

Max Garkavvy
©Max Garkavvy2020 Game

O jogo começa com as flautas e os passarinhos da peça clássica "Humor Matinal" (1875) do compositor norueguês Edvard Grieg. Mas assim que pressionamos a seta para o personagem do jogo começar a andar, arranca 2020, muda a banda-sonora e tudo começa a desabar.

O 2020 Game segue uma linha cronológica dos eventos mais marcantes do último ano e a acção arranca com os fogos na Austrália (que em boa verdade começaram em 2019). Aqui o desafio começa com o evitar das chamas que consomem as florestas e pelo caminho ainda pode salvar um koala.

Max Garkavvy
©Max Garkavvy2020 Game

Ao longo do jogo encontra máscaras que valem uma vida e muitos vírus que tem de evitar para não ficar contaminado. Pelo caminho entra no supermercado para comprar bananas, pão e muito papel higiénico para ficar preparado para a quarentena (mais à frente). Depois de passar por restaurantes, cinemas ou ginásios fechados, chega à queda do mercado de acções em 2020, e tem de ter muito cuidado para não ser atingido pela queda da Google, Microsoft, Amazon, Facebook e Apple.

Max Garkavvy
©Max Garkavvy2020 Game

Depois fica de quarentena em casa, enquanto não termina o papel higiénico, à qual se segue uma referência positiva ao desabrochar da natureza durante o confinamento. Dois golfinhos e vários barris de petróleo a zero dólares depois, tem de saltitar entre conversas do Zoom, uma chamada que o protege contra os vírus, mesmo que a ligação seja péssima. Após um breve momento Tik Tok e uma referência a George Floyd desenhada num mural, tem de vencer as cheias que ocorreram um pouco por todo o mundo e também acompanhar Trump e Biden na corrida à presidência dos EUA.

Max Garkavvy
©Max Garkavvy2020 Game

Um dos últimos cenários é a segunda vaga de Covid-19, onde se pode armar com a vacina e disparar seringas contra os vírus, muitos deles a sair disparados de uma torre 5G. No final há uma alusão ao que podemos esperar de 2021. Mas isso já é surpresa.

+ Leia a edição desta semana: Assim não custa nada

+ A segunda vida de ‘Scott Pilgrim vs. the World: The Game’

Últimas notícias

    Publicidade