A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Compañia de Bebidas, Estoril
© Francisco Romão Pereira

Compañia de Bebidas, um bar de ostras, mexilhões e muitos cocktails

O novo bar de São Pedro do Estoril tem base mexicana, mas permite-se a outras invenções. Um menu curto de opções para picar, mas que se alonga quando chega aos cocktails.

Escrito por
Mauro Gonçalves
Publicidade

Bem-vindo à selva, que é como quem diz ao novo bar de São Pedro do Estoril. E aludir a uma paisagem repleta de vegetação e exotismo não é exagero, até porque tudo na decoração deste espaço nos remete para esse postal longínquo. A inspiração chega directamente do México, da selva Lacandona para sermos precisos. Curiosamente, estamos na única região do país conhecida pela produção de café. O sabor foi puxado para a carta de cocktails e, atrás do balcão, é usado para surpreender os clientes.

Compañia de Bebidas, Estoril
© Francisco Romão Pereira

"Faltam espaços assim aqui na Linha. As pessoas procuram um sítio para sair, beber um copo, e acabam sempre por ir para Lisboa. Quero que venham aqui depois do trabalho ou quando vêm da praia, que se sentem, piquem alguma coisa e peçam um cocktail ou uma ostrachella", começa por explicar Natasia Ocejo, uma das proprietárias e quem faz as honras do Compañia de Bebidas. O bar não nasce do nada, é o irmão mais novo do Paco Bigodes, uma taqueria tipicamente mexicana que abriu em 2017, umas portas ao lado.

Mas voltemos ao café, ingrediente chave de três dos cocktails da carta. À base licorosa, são adicionados marshmallows, orchata, um leite vegetal, e cajeta, um creme de leite mexicano. Custam todos 5€. As margaritas ficaram no restaurante e, embora também as possa pedir aqui, a equipa deu tudo nos novos cocktails de assinatura.

Compañia de Bebidas, Estoril
© Francisco Romão PereiraJaguar

Comecemos pelo Jaguar (9€), com base de vodka e infusão de lima kaffir, aperol, maracujá e tepache, um sumo caseiro que resulta da fermentação de cascas de ananás, com água e açúcar, durante quatro ou cinco dias. Se se sentir mental e fisicamente preparado para aumentar os níveis de açúcar, arrisque um El Temazcal (9€) – whiskey e amaretto com toranja e xarope de caramelo salgado, tudo isto servido com o devido aparato, leia-se: fumo e campânula.

E se a tradicional michelada tem efeitos reconhecidos no tratamento da ressaca, no Compañia de Bebidas foram feitas algumas adaptações. Sob o mesmo princípio, nasceu a ostrachella (5€) – uma lata de cerveja, lambuzada de molho Chamoy e com uma ostra equilibrada no topo, devidamente guarnecida com um aguachile de pepino e cebola roxa.

Compañia de Bebidas, Estoril
© Francisco Romão Pereira

O forte podem ser as bebidas, o que não significa que terá de virar copos com o estômago vazio ou dar aquela apitadela ao mano Paco, a perguntar se tem mesa disponível. Comece pelo croquete de camarão com maionese de chipotle e salada de ananás grelhado (sujar as mãos é mais ou menos inevitável, já que a recomendação é abrir as bolinhas fritas com os dedos e enfiar uma ou duas colheres desta salada húmida lá para dentro). Se, no fim, não lhe escorrer nada pelos cantos da boca é um pequeno milagre. Custa 7€ e traz três unidades.

Já os mexilhões são servidos com molho de amendoim, chile e coentros (9€). As buffalo wings de couve-flor são a opção mais picante da ementa (relativamente moderado, ainda assim) e trazem um molho de queijo roquefort à parte (8€). Uma última sugestão: os comedores de carne têm de pedir os springrolls de cochinita, uma adaptação de um dos tacos servidos umas portas ao lado. A carne de porco é cozinha durante cinco horas com mais de 15 especiarias e depois desfiada. No topo, há marmelada de laranja e pickle de cebola roxa (7€).

Compañia de Bebidas, Estoril
© Francisco Romão PereiraBuffalo wings de couve-flor

Pelo estômago e pela sede, o Compañia de Bebidas quer conquistar vizinhos e turistas à volta da mesa e ao balcão, embora haja um ou outro extra a caminho. Segundo Natasia, uma de três sócios, o objectivo é começar a ter noites e fins de tarde animados por DJ, stand-up comedy, música ao vivo e sessões de spoken word. Cabe tudo nesta selva, desde que convenientemente regado.

Rua Nunes dos Santos, lote C (São Pedro do Estoril). 21 050 5067. Qua-Sex 18.00-00.00 e Sáb-Dom 15.00-00.00

+ No 18.68 não há bombeiros, mas a carta de cocktails e petiscos pode pegar fogo

+ ½ bar, ½ amor: chegou um novo cocktail bar a Campo de Ourique

Últimas notícias

    Publicidade