A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Música, Fado, Gisela João
© João Saramago Gisela João

Concerto solidário por Moçambique junta mais de 50 artistas em Lisboa

Por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Ana Moura, Conan Osíris, Salvador Sobral e Selma Uamusse são alguns dos nomes a subir ao palco do Capitólio, no dia 2 de Abril. Ao todo, mais de 50 artistas vão juntar-se de “Mão Dada a Moçambique”, para um concerto com transmissão mundial, através da RTP, que estará um dia inteiro com linhas abertas para chamadas solidárias.

Na próxima terça-feira, 2 de Abril, o renovado Cineteatro Capitólio do Parque Mayer, em Lisboa, acolhe o concerto solidário “Mão Dada a Moçambique”, pensado pela moçambicana Selma Uamusse, que decidiu juntar artistas nacionais e internacionais para ajudar as vítimas do ciclone Idai.

Perante a impossibilidade de “apoiar a totalidade de organizações, pessoas e instituições que estão na zona centro de Moçambique a tentar, em contra-relógio, debelar a catástrofe humanitária em curso”, a receita do espectáculo será distribuída equitativamente por oito associações, incluindo a  AMI – Fundação de Assistência Médica Internacional e a Cruz Vermelha Portuguesa, que se comprometeram a assinar uma "carta de compromisso pública, que garante a transparência e monitorização das verbas angariadas por um auditor de contas independente”, lê-se em comunicado.

O concerto, marcado para as 21.00, encerrará um dia de emissões dedicadas a Moçambique por parte da RTP, que terá desde as 10.00 as linhas telefónicas abertas para chamadas solidárias de valor acrescentado. Entre a lista de artistas já divulgada, encontram-se nomes como Ana Moura, Conan Osíris, D’Alva, Gisela João, Márcia, Moullinex, Salvador Sobral, Noiserv, Rita Redshoes, Rodrigo Leão e The Legendary Tigerman. Em formato acústico, cada artista irá interpretar “um ou dois temas, a solo ou acompanhados por outros artistas”.

Além do bilhete de acesso ao espectáculo, com um custo de 20€, é ainda possível comprar, na Blueticket e locais habituais, um bilhete-donativo, por 20€ ou 30€, destinado a quem, “não querendo ou podendo assistir ao espetáculo”, pretende contribuir. Para reforçar a angariação junto do público presente no Capitólio, será vendida a edição especial da Visão “Moçambique no Coração”, com preço de capa a 2,50€. A totalidade das verbas arrecadadas será doada à missão da Cruz Vermelha em Moçambique.

+ Saiba como ajudar as vítimas do ciclone em Moçambique

Últimas notícias

    Publicidade