A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Museu, Casa das Histórias, Paula Rego, Cascais
©Arlindo CamachoCasa das Histórias Paula Rego

“Contos Tradicionais e Contos de Fadas” de Paula Rego ficam expostos mais dois meses

Escrito por
Hugo Torres
Publicidade

Exposição foi vista por 15 mil pessoas desde a inauguração, em Maio. No sábado há festa para celebrar o aniversário da Casa das Histórias Paula Rego.

Os desenhos e pinturas que Paula Rego criou a partir dos anos 1960, inspirada por narrativas como as dos irmãos Grimm ou de Hans Christian Andersen, vão continuar na Casa das Histórias até 25 de Novembro. Isto significa que "Contos Tradicionais e Contos de Fadas", que reúne estes trabalhos (mais um de 2017), fica mais dois meses em Cascais.

A decisão deve-se “ao elevado número de visitantes, nacionais e internacionais”, informa em comunicado a Fundação D. Luís I, que gere a programação do Bairro dos Museus de Cascais, da qual a exposição faz parte. "Contos Tradicionais e Contos de Fadas", que tinha 30 de Setembro como data final (agora alargada), já recebeu por 15 mil visitantes.

Inaugurada a 8 de Maio, a mostra apresenta trabalhos de Paula Rego (n. Lisboa, 1935) em que a pintora desconstrói os modelos sociais da época e dá relevo às mulheres, que povoam e dominam os contos tradicionais. Um trabalho a que deu continuidade, pós-1974, com uma bolsa da Gulbenkian para se debruçar sobre os contos populares portugueses.

A Casa das Histórias celebra nove anos (foi inaugurada a 18 de Setembro) com um espectáculo de dança, que recebe no sábado, dia 22. Chama-se “A Teoria dos Contrários” e versa sobre a personagens em que Paula Rego se inspirou para os trabalhos de "Contos Tradicionais e Contos de Fadas". A performance, que vai percorrer as oito salas que a exposição ocupa, é de entrada gratuita. Mas precisa de se inscrever para assistir.

+ Descubra onde moram casas-museu na Grande Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade