Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Da televisão para a cozinha: Sofia Ribeiro dedica-se aos brunches no Filosofia Lisboa
Notícias / Comida

Da televisão para a cozinha: Sofia Ribeiro dedica-se aos brunches no Filosofia Lisboa

Filosofia Lisboa
©Duarte Drago

Vida a copo. É este o slogan do novo café-restaurante das Avenidas Novas, o Filosofia Lisboa, carregadinho de sumos, smoothies, shots de energia e bem-estar, tudo servido em copo, bowls e uns quantos pratos quentes.

O projecto é da actriz Sofia Ribeiro, cujo primeiro trabalho foi como ajudante de cozinha. O bichinho ficou e sabia que um dia havia de abrir um projecto seu na área, mas queria ter a certeza que tinha tempo para estar presente e tomar conta de tudo – entre as gravações da novela da TVI, o mais provável é encontrá-la do lado da bancada do Filosofia, um café pequenino que tem tanto de tropical, graças ao verde das plantas e das almofadas, como de confortável. “Eu faço tudo o que está aqui em casa. Sumos, batidos, smoothies. Todas as receitas são minhas, foram só aprimoradas para estarem no menu”, explica Sofia.  

 

O menu de brunch
Fotografia: Duarte Drago

 

A ementa, ainda numa versão de soft-opening, é toda à base de crus, uma vez que aqui não têm cozinha, e tudo numa vertente mais saudável. Há quatro sumos naturais: o de laranja (3€), o amarelo, com laranja, gengibre, cenoura, curcuma e chia; o vermelho, com beterraba, morango, maçã, banana e pólen; ou o verde, com maçã, ananás, aipo, espinafres, chia e canela (3,50€). Depois há os smoothies, os shots de erva-trigo, limão e curcuma ou gengibre e canela (2€) e os lattes, como o golden, com curcuma (3,50€), ou o de pitaya e matcha (4€), a combinar com o verde e rosa da casa.

 

Tapioca com mozzarella e tomate
Fotografia: Duarte Drago

 

Para começar bem o dia, há um menu de pequeno-almoço com sumo do dia, chá, café ou meia de leite e pão com compota e manteiga de amêndoa (6€) ou o menu brunch, com sumo natural, iogurte com granola caseira, tosta com abacate e ovo escalfado, uma mini torre de panquecas, uma bebida quente, e o mesmo pão do outro menu (15€), disponíveis aos dias de semana até às 12.00 e ao fim-de-semana durante todo o dia. Os bowls também estão bem representados na ementa, com quatro opções, desde a mais simples com iogurte (5€) à tropical de pitaya (6€) ou a Filosofia, com matcha azul, abacate, banana, manteiga de amêndoa e canela (7€).

 

Salada Filosofia
Fotografia: Duarte Drago

 

Há opções para refeições ligeiras, como a salada Filosofia, com camarão, abacate, espinafres, manga, rúcula e bagas goji (10€), a tapioca com tomate confitado, mozzarella e salada (7€), os tartines (a partir de 7€) ou um pratinho de mezze, com hummus de beterraba, pastas variadas, palitos de vegetais e de pão (6€). As guloseimas estão depois na lista de sobremesas, com fondant de chocolate (4€), o melhor pão-de-ló do universo com frutos vermelhos (4€) ou o mais saudável pudim de chia (3,50€).

A ideia de Sofia é o menu ir mudando e perceber o que funciona neste período de soft-opening – afinal, diz, sabe que não está a inventar nada de novo, mas quer receber os clientes e cuidar deles como cuida dos amigos, com coisas saborosas, e sem fundamentalismos.

+ Os melhores novos brunches em Lisboa

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments