A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
A Chamuçaria
DRA Chamuçaria

De choco, cabrito ou lentilhas: abriu uma chamuçaria em Lisboa

O projecto de Shahid Merali quer fazer da chamuça um elemento central nas refeições. Há nove diferentes, todas feitas de raiz.

Por
Sebastião Almeida
Publicidade

Pela cidade, nos últimos anos, têm-se multiplicado os negócios cujos sufixos terminam em “ria”. Primeiro foram as hamburguerias, depois as cevicherias ou as croissanterias. Mas, até agora, ainda não tinha aparecido um espaço dedicado exclusivamente a chamuças. Até Julho 2020. A Chamuçaria abriu portas em Telheiras e é o novo projecto de Shahid Merali.

O empreendedor de 40 anos quer “democratizar a chamuça” e mudar a ideia de que é um produto que serve apenas para petiscar ou comer como uma entrada. Por agora, devido à pandemia, funciona apenas em regime de take-away. Para breve está previsto um serviço de entrega próprio, para que possa receber as 12 variedades no conforto de casa. E poderá deslocar-se ao restaurante para as degustar acabadas de fazer.

Inicialmente a ideia era lançar um serviço de catering de comida indiana, mas como se conseguiriam diferenciar dos restantes restaurantes indianos da cidade? A aposta seguiu pelas chamuças, que era um dos produtos mais vendidos. Rosy Daia é a responsável pela confecção das chamuças. A mãe de Shahid faz tudo de raiz, desde o recheio à cobertura, passando pelos diferentes picantes que podem ser adicionados às chamuças.

A história d’A Chamuçaria conta-se partindo do número três. Há três chamuças de carne (nenhuma delas com porco ou vaca para agradar a todas as religiões), três de peixe e outras três vegetarianas. Para a sobremesa, e não se espante, também pode pedir chamuças, desta vez doces. Todas elas podem ser vendidas à unidade (1,75€ salgadas/ 2,50€ doces).

A Chamuçaria
A ChamuçariaDR

Encontra desde as mais tradicionais de frango ou de frango picante, às menos vulgares, com lentilhas amarelas no interior. Ao todo, são nove chamuças salgadas e três doces. Há de frango, frango picante e cabrito, de camarão, choco e lulas e de peixe (que no fundo é a desconstrução de um prato indiano com peixe frito), de batata, de vegetais e de lentilhas amarelas. Nas doces, cruza-se o chocolate negro com o picante, e há ainda de tarte de maçã e a cremosa do chef.

Para que possa comprovar que a chamuça não tem de ser apenas um acessório na refeição, existem dois menus de refeição – um no prato e outro no pão. O menu no prato (9,5€) dá direito a escolher três chamuças e um acompanhamento (seja ele arroz basmati, chips de batata doce e mandioca ou salada do chef). Água e refrigerantes já estão incluídos, mas tem à escolha cerveja ou vinho a copo. Com bebida, café e sobremesa fica tudo a 13€.

A Chamuçaria
A ChamuçariaDR

O menu no pão pode parecer um conceito estranho, mas não é, assegura Shahid, que o fazia muitas vezes quando era mais novo. Pode escolher-se duas chamuças e um dos acompanhamentos, excluindo o basmati. Com café e sobremesa ronda os 12€. Além das chamuças tem disponíveis outros pratos indianos, como o caril de cabrito (11,5€) ou o peixe frito com molho de especiarias (13,5€).

Se quiser apenas chamuças, pode optar por tábua de seis (9,5€) ou uma box de 12 (18€). A nossa sugestão é que teste a resistência ao picante e ponha uma gotinha ou duas sobre as chamuças. Agora já sabe que Lisboa tem um oásis para os amantes de chamuças.

Rua Prof. Carlos Teixeira, 7A (Telheiras). 21 192 0777. Seg-Sáb 12.00-15.00/ 18.30-21.30.

+ Leia grátis a nova Time Out desta semana

+ Os melhores restaurantes indianos da cidade

Últimas notícias

    Publicidade