A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Dos mouros ao techno: esta sexta a LXM invade o Castelo de Sesimbra

Por Miguel Branco
Publicidade

Digital Castle é o nome da festa da LXM que invade o Castelo de Sesimbra esta sexta-feira, com Luigi Madonna à cabeça. Dizemos-lhe o que esperar desta rave entre muralhas. 

Perdoe-nos a contextualização histórica, que sempre é entendida como coisa secante que antecede o que interessa. É mais ou menos isso, mas também não seria de esperar que a LXM fizesse uma festa no Castelo de Sesimbra, que em 1200 D. Sancho I reconquistou à mão inimiga, nesses tempos conhecida por mouros. 

Está a ver? Já foi. E como o estimado leitor compreenderá, não podíamos falar de uma invasão destas sem situar historicamente a coisa. Estes anos todos depois, D. Sancho dá lugar a Luigi Madonna, DJ e produtor nascido em Nápoles que tem sido um dos grandes divulgadores do techno italiano por esse mundo fora. Agora vem replicar essa tarefa entre muralhas. A reconquista da LXM, esta Digital Castle, dá-se das dez horas da noite de sexta às dez da manhã de sábado. 

Voltando ao presente e falando um pouco mais a sério, convém explicar que este evento é mais um episódio feliz da produtora lisboeta, que tenta sempre encontrar lugares exclusivos e inusitados, onde nem sempre imaginamos estes cenários que a LXM costuma erguer: “Sim é verdade, é com o maior agrado que vemos eventos terem sucesso em locais tão desafiantes de trabalhar, envolvidos em história, tem sido esse o nosso rumo, o de surpreender e proporcionar não só um evento, mas uma experiência envolvida em todos os elementos que compõem as nossas festas”, explica Tiago Nabais, um dos responsáveis da LXM. 

E que elementos é que lá vão estar? Ora, como é habitual, não nos dizem metades. Sabemos que além do talentoso Luigi Madonna estarão os portugueses XL Garcia, John-E e DJ The Fox (gente que entende muito bem a dinâmica de rave à antiga, como acontecia no início dos anos 90 em Portugal, em castelos e sítios do género), sabemos que haverá projecções nas muralhas, uma equipa de body painting, “entre outros segredos que não se revelam”, garante Tiago Nabais. 

Aceitemos essa condição. E tentemos perceber que outros castelos vai ocupar a LXM ainda este ano. “Para já vamos manter o sigilo máximo, mas podemos garantir que não vamos abrandar”, garante. Pronto, aceitemos a condição. 

As melhores festas em Lisboa esta semana

Últimas notícias

    Publicidade