A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Edifício centenário no Cais do Sodré vai ser habitação de luxo

Por
Hugo Torres
Publicidade

Projecto de reabilitação assinado pelo arquitecto Samuel Torres de Carvalho prevê a construção de 37 apartamentos no edifício da Praça D. Luís I.

O Time Out Market, no Cais do Sodré, vai ganhar um vizinho de luxo. Do outro lado da Praça D. Luís I, dos números 13 ao 27, está a ser recuperado um edifício centenário, que estava devoluto e parcialmente emparedado. Vai dar lugar a 37 apartamentos de luxo, com tipologias T1 a T4, que começaram a ser vendidos nesta quinta-feira por um valor mínimo de 440 mil euros. Estarão pontos em Abril de 2020.

O imóvel é do século XIX e fica no gaveto da Praça D. Luís I e da rua com o nome do mesmo monarca. O projecto de reabilitação é de Samuel Torres de Carvalho, o arquitecto que tem em mãos, por exemplo, a recuperação do Cinema Odeon. A Time Out questionou o promotor, a JLL, sobre o investimento feito no empreendimento, mas o valor não foi revelado. A obra começou em Dezembro passado.

O Riberia Garden – assim passará a chamar-se o edifício – manterá “a fachada clássica característica de um edifício histórico oitocentista”, mas a estrutura interior será “totalmente nova”, com “um estilo simultaneamente contemporâneo ao empreendimento”, revela o comunicado conjunto da JLL e da Porta da Frente Christie's, que estão a vender os futuros apartamentos em regime de “co-exclusividade”. Os cinco pisos do imóvel terão “linhas elegantes e modernas com áreas entre os 62 e os 226 metros quadrados”.

Ribeira Garden terá 37 apartamentos
Samuel Torres de Carvalho

“Apresentamos aqui apartamentos elegantes, luminosos e confortáveis, com excelentes acabamentos”, diz a directora de Residencial da JLL Portugal, Patrícia Barão, na mesma nota. Este projecto, acrescenta, é uma “excelente oportunidade para quem quer viver ou investir” numa zona em que “se pode usufruir do Tejo, da luz de Lisboa e das suas praças e jardins, ao mesmo tempo que se tem acesso a uma vasta e diversificada oferta cultural e de lazer”.

O director-geral da Porta da Frente Christie’s, Rafael Ascenso, destaca a localização entre o Cais do Sodré e Santos, que “proporciona todas as comodidades”, com “tranquilidade e segurança”. “Temos a certeza que será um produto de sucesso.”

+ Lisboa do futuro: os 50 projectos que vão mudar a cidade

Últimas notícias

    Publicidade