A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Óscares
Shutterstock

Em 2021, a cerimónia dos Óscares acontece em Abril

O anúncio foi feito esta segunda-feira pela Academia, que justifica a decisão com as circunstâncias causadas pela pandemia de Covid-19. O prazo de concurso para os filmes também será alargado.

Por Tiago Neto
Publicidade

Oito semanas. Será este o prazo de adiamento da entrega dos Óscares em 2021, anunciou a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas em comunicado no site esta segunda-feira. A cerimónia, inicialmente programada para 28 de Fevereiro, acontece agora no dia 25 de Abril, poucos dias antes da abertura do Museu da Academia, cinco dias mais tarde, a 30, depois da data original de abertura, Dezembro, também ter sido adiada.

No mesmo comunicado, David Rubin, presidente da Academia e Dawn Hudson, directora executiva, falam da importância que o cinema tem desempenhado ao longo de mais de um século, "entretendo-nos nos momentos mais sombrios", e reforçam a importância que este continua a ter. "A nossa esperança, ao estender o período de elegibilidade [dos filmes a concurso] e a data de entrega dos prémios, é fornecer a flexibilidade necessária aos cineastas para finalizar e lançar os seus filmes sem serem penalizados por algo que vai além do controlo de qualquer pessoa."

Sobre a cerimónia do próximo ano, ainda não são conhecidos os moldes em que se vai realizar. Esta é a quarta vez que os Óscares são adiados em 93 anos de existência da Academia. Em 1938, as cheias em Los Angeles fizeram com que só se entregassem os prémios uma semana após o previsto. Em 1968, com o assassinato de Martin Luther King Jr., a cerimónia foi adiada dois dias. Finalmente, em 1981, o atentado ao então presidente Ronald Reagan fez com que, quatro horas antes do espectáculo, se decidisse o seu adiamento por um dia.

+ O Verão chegou ao Pavilhão do Conhecimento com muitas novidades

Últimas notícias

    Publicidade