A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Cascais autocarros grátis
Câmara Municipal de Cascais

Em Cascais, andar de autocarro passa a ser grátis

Por Sebastião Almeida
Publicidade

Em Janeiro, os transportes rodoviários em Cascais são gratuitos. A partir de Fevereiro, a medida aplica-se apenas a moradores, estudantes e trabalhadores no concelho, que terão de se registar na plataforma MobiCascais.

A partir desta quarta-feira, andar de autocarro em Cascais é grátis. Durante o mês de Janeiro, os transportes públicos rodoviários são gratuitos para todos, mas em Fevereiro a medida passa a abranger apenas residentes, trabalhadores e estudantes no concelho, que terão de se registar na plataforma MobiCascais.

Carlos Carreiras, autarca de Cascais, considera que esta é uma reforma que “encara a mobilidade como um pilar das sociedades democráticas” e como “um direito que potencia valores como a liberdade, a coesão e a sustentabilidade ambiental”.

A circulação será possível em todas as carreiras da MobiCascais e em 23 das carreiras da Scotturb, dentro do concelho. Os percursos da Scotturb são as carreiras 400 Giro Cascais, 401 Giro Parede, 402, 404, 405, 406, 407, 408 busCas Alvide, 409, 411, 412, 413, 414, 415, 419, 423, 427 busCas Cascais, 461, 462, 464, 475, 488 busCas Parede e 490.

O Tribunal de Contas (TC) aprovou o programa de mobilidade rodoviária gratuito, que custará 12 milhões de euros por ano, e que será financiado através de estacionamento tarifado e do Imposto Único de Circulação (IUC). A autarquia prevê arrecadar perto de cinco milhões de euros com o estacionamento tarifado, o que corresponde a cerca de 40% do programa, segundo precisou fonte do município ao jornal Público. A restante verba será proveniente do IUC, que será de 6,7 milhões de euros.

A medida já havia sido anunciada em Março de 2019, altura em que entrou em vigor o passe único nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, mas só foi confirmada a 23 de Dezembro, quando o TC aprovou o programa. Cascais junta-se ao município alentejano de Ourique, que também disponibiliza transporte gratuito em todo o concelho, como os únicos do país a promover esta forma de mobilidade.

+ As contas da Câmara de Lisboa para 2020: mais casas, árvores, bicicletas e ciclovias 

Últimas notícias

    Publicidade