A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Virtual programming
DR

Em Oeiras fala-se de ciência num festival gratuito e para toda a família

O FIC.A é o primeiro festival internacional de ciência em Portugal. Acontece em Oeiras, até domingo, 17 de Outubro.

Escrito por
Joana Moreira
Publicidade

Ma-lu-cos. Foi como ficaram os aficionados por ciência com a chegada do FIC.A – Festival Internacional de Ciência, o primeiro do género em Portugal, que decorre até domingo, dia 17, nos Jardins e Palácio Marquês de Pombal, em Oeiras. “Ainda não tínhamos anunciado o programa e já tínhamos cerca de quatro mil inscrições”, conta Rúben Oliveira, director científico do festival.

“É raro haver municípios com uma estrutura científica e tecnológica como Oeiras tem – e ainda mais raro que esse ecossistema se conheça todo e colabore diariamente. São várias instituições que ajudaram a construir a agenda de ciência e tecnologia do município”, explica Rúben Oliveira, lembrando que, apesar de ser esperada uma grande afluência dos entusiastas da ciência, o desafio é “cativar quem se sente afastado por algum motivo da ciência, é para esses que queremos falar.”

Oeiras
DRGrande parte da programação acontece no Palácio Marquês de Pombal.

A pensar nos curiosos (e a piscar o olho à candidatura de Oeiras a Capital Europeia da Cultura em 2027), a programação inclui concertos (como Noiserv, sábado, 21.00), artes circenses, exposições com videomapping, espectáculos de teatro e vários momentos com realidade virtual.

O foco do cartaz é, porém, a presença de oradores nacionais e internacionais. Arlindo Oliveira, ex-presidente do Instituto Superior Técnico e actual presidente do INESC, convida a uma conversa sobre inteligência artificial. Emanuel Gonçalves, director científico da Fundação Oceano Azul, fala sobre a temática dos oceanos. Elvira Fortunato, cientista, discursa sobre nanotecnologia e Zita Martins, investigadora, sobre astrobiologia.

Nas presenças internacionais destaca-se “Thomas Lovejoy, o pai da diversidade biológica, um daqueles nomes que aparece nos livros”, diz o director científico do FIC.A. A palestra é no Auditório Senciência, às 19.00. Outro dos grandes oradores esperados é Barry Fitzgerald, “que se dedica a estudar a ciência por detrás dos super-heróis”. A sua masterclass está marcada para sexta, às 18.00, no Salão Nobre. Todas as actividades são gratuitas, mas exigem inscrição prévia no site oficial.

+ Greenie, o quiosque que faltava no centro histórico de Oeiras

+ Leia já, grátis, a edição digital da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade