A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Fado Bicha
©DRFado Bicha

Em Setembro há Queer Fest

A primeira edição do Queer Fest acontece em Lisboa nos dias 8, 11 e 12 de Setembro. A programação inclui concertos, performances e debates sobre cultura e arte LGBT+.

Por Clara Silva
Publicidade

“Quando o regresso do fascismo se declara por meio de uma escalada, em palavras e actos, da xenofobia, do machismo e da homofobia, não podem a música e as demais artes performativas outra coisa senão reivindicar para si a dimensão interventiva e de protesto que tiveram no passado.”

É assim que Rui Eduardo Paes e Maria do Mar apresentam a primeira edição do Queer Fest, festival que reúne projectos criativos que querem sublinhar a liberdade dos seus autores no que respeita à orientação sexual e à identidade de género.

Uma parceria com a SMUP, a Cultura no Muro e a Penha sco, o festival acontece nas várias associações nos dias 8, 11 e 12 de Setembro e inclui concertos, performances e debates.

O arranque acontece na terça, 8, com o debate “Quando a Arte é Queer”, com a participação de André E. Teodósio, Telma João Santos, Tiago Lila, Tiago Bôto, Wagner Borges e Joana D Água.

A SMUP, na Parede, será palco de vários concertos como o de Fado Bicha, Venga Venga, Herlander ou Pássaro Macaco.

“A perspectiva é interseccional porque a luta do movimento queer é também a luta das mulheres, a luta contra o racismo, as lutas por melhores condições de habitação e trabalho, a luta pelo ambiente”, explicam em comunicado.

+ Queer Lisboa confirmado para Setembro

Últimas notícias

    Publicidade