A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Branko
©Maria RitaBranko

Enchufada toma conta do Capitólio com Branko e Dino D'Santiago à cabeça

Por
Luis Filipe Rodrigues
Publicidade

A festa Enchufada na Zona cresceu. Depois de uma primeira noite no Estúdio Time Out, em 2017, e uma segunda, dividida pelo Hard Club e o Maus Hábitos, no Porto, em 2018, desta feita Branko e companhia vão estar dois dias  no Capitólio: 4 e 5 de Outubro.

O agora festival da editora lisboeta com ouvidos em África (e não só) reúne dez artistas e produtores de música electrónica global, com obra editada ou pelo menos relações estéticas e afectivas com a Enchufada. O DJ, produtor e cabecilha da editora, Branko, é mais uma vez o cabeça de cartaz.

Além do ex-Buraka Som Sistema, outro nome forte é o de Dino D'Santiago, português com raízes cabo-verdianas que editou no ano passado o álbum Mundu Nôbu. Seguem-se os peruanos Dengue Dengue Dengue, os sul-africano DJ Lag, a britânica Tash LC e os cariocas Sansai. Os portugueses Pedro, Dotorado Pro, Rastronaut e Progressivu completam o alinhamento.

Os bilhetes para o festival já se encontram à venda. O passe para os dois dias custa 25€ e o bilhete diário vale 15€.

+ "Chega de pastéis de nata": a música de Branko é o som da nova Lisboa

Partilhe esta notícia

Últimas notícias

Publicidade