A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Amália Rodrigues em concerto em 1969
© DRAmália Rodrigues em concerto em 1969

Fadistas contemporâneas sobem ao Coliseu de Lisboa para cantar Amália

O ciclo de concertos, que vai decorrer entre 29 de Dezembro e 3 Janeiro, propõe uma recriação do repertório de Amália Rodrigues pela voz de fadistas contemporâneas.

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

O ciclo “Fados de Amália no Palco do Coliseu dos Recreios”, que irá decorrer até Janeiro do próximo ano, tem inauguração marcada para 29 de Dezembro, às 18.00, com as fadistas Ana Sofia Varela, Célia Leiria e Sandra Correia, acompanhadas por Pedro Amendoeira, à guitarra portuguesa, e por João Filipe, à viola. Os bilhetes já estão à venda.

“Os músicos e fadistas e o querido público que sempre acarinhou Amália estarão juntos no mesmo palco a homenagear a voz de Portugal”, lê-se em nota informativa sobre o evento, que reúne três vozes femininas contemporâneas para interpretar os fados e canções tradicionais popularizadas por Amália Rodrigues ao longo da sua carreira.

Voz de “Má Fama”, Ana Sofia Varela foi distinguida em 2005 com o Prémio Amália Melhor Intérprete, tendo recebido em 2010 o Prémio Amália para Melhor Disco, com o seu álbum Fados De Amor e Pecado. Já Célia Leiria, intérprete de “Lençóis de Lua”, e Sandra Correia, que editou em 2019 o álbum Aqui Existo, participaram ambas, em Julho passado, num conjunto de espectáculos de homenagem a Amália no Casino Estoril, no âmbito das celebrações do centenário do maior ícone do fado.

Após o primeiro concerto, no dia 29 de Dezembro, seguem-se mais dois, nos dias 2 e 3 de Janeiro, sempre às 18.00. A iniciativa, que resulta de uma parceria entre a Fundação Amália e o Coliseu dos Recreios, surge na sequência do cancelamento das sessões semanais de fado, que se têm realizado no Jardim da Casa de Amália desde Julho de 2019. 

Estas sessões “vão deixar de acontecer, devido não só ao mau tempo, como também à pandemia, porque o espaço no interior da casa [que foi a residência da fadista] já não o conseguimos utilizar devido às contingências da Direcção-Geral da Saúde”, segundo a organização.

Os bilhetes para esta nova série de concertos, já à venda na BOL, têm um custo fixo de 20€ para a plateia, com lugares sentados.

+ Roteiro: à descoberta de Amália Rodrigues por Lisboa

+ Subscreva a nossa newsletter para receber as novidades e o melhor da sua cidade

Últimas notícias

    Publicidade