A Time Out na sua caixa de entrada

“Family Business”: o negócio desta família é a erva

Por Eurico de Barros
Publicidade

Uma família parisiense transforma o seu talho kosher numa loja de venda de marijuana, na série de comédia Family Business. Estreia-se esta sexta-feira na Netflix.

Diz-se que a ocasião faz o ladrão. E pode fazer também o bom negócio. É precisamente o que acontece em Family Business, a nova série de comédia da Netflix, vinda de França.

Joseph, cujo pequeno comércio parisiense está à beira da falência, recebe a informação de que o Governo se prepara para legalizar o consumo de marijuana. E decide jogar tudo por tudo, transformando o seu talho decadente numa moderna e muito cool loja de venda de erva, na qual vai investir o pouco dinheiro que lhe sobra.

Family Business é a quarta série francesa com a chancela da Netflix, após as mais sérias Marseille e Osmosis, aquela policial e esta de ficção científica, passada num futuro próximo, e uma outra também cómica, Plan Coeur.

Quando a história de Family Business começa, Joseph, de 35 anos, trabalha no moribundo talho kosher de Paris que o pai lhe confiou, e não está mesmo nada contente com a sua situação.

É que Joseph é um homem que tem ideias para negócios a toda a hora. O problema é que nunca funcionam e Joseph perde o dinheiro que investiu e perde a cara perante a família, os amigos e aqueles que poderiam ser potenciais sócios noutros empreendimentos.

Já ninguém o pode ver pela frente quando aparece com mais outra brilhante ideia e a promessa que “desta vez é que vai ser”. E a verdade é que já está a começar perder a confiança e a sentir-se cada vez mais frustrado, porque também já não vai para novo.

Com o talho crivado de dívidas e pouquíssima clientela, Joseph ouve certo dia que o governo vai legalizar o consumo de marijuana “com toda a certeza, e dentro de muito pouco tempo”.

De posse desta informação, que julga ser de toda a confiança, Joseph decide que “desta vez é que vai ser mesmo”, e que surgiu a grande oportunidade da sua vida – que poderá mesmo ser a última – para pôr de pé um negócio moderno, apelativo e lucrativo.

Assim, mobiliza toda a família e os amigos mais chegados para mudar de ramo radicalmente e transformar o talho kosher Hazan naquilo que ele passa a referir como a “loja potcher Hazan”.

No entanto, a ideia de deixar o negócio das carnes para abraçar o da erva não é lá muito bem recebida nem por alguns dos membros da sua família, nem por alguns dos amigos de Joseph, dado que já sabem o que é que a casa gasta em termos de planos empresariais. Quem alinha logo na ideia é a avó, que se mete ao trabalho, e entusiasticamente, com o neto.

O único problema é que a esperada legalização do consumo de marijuana tarda, e Joseph e a família acabam por ficar com um negócio clandestino entre mãos. Impecavelmente concebido e pronto a estrear, mas clandestino.

Family Business foi criada e é realizada por Igor Gotesman, e tem interpretações de Jonathan Cohen, Gérard Darmon, Julia Piaton e Liliane Rovère.

Netflix. Sexta (estreia T1)

As melhores séries do momento

Últimas notícias

    Publicidade