Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As melhores séries do momento

As melhores séries do momento

Viciantes, para ver de empreitada ou para aproveitar no tempo livre, estas são as melhores séries do momento

Chernobyl
©IMDB Chernobyl
Por Tiago Neto |
Publicidade

Com o aparecimento das plataformas de streaming, cada vez mais pessoas começaram a ver cada vez mais séries. Seja em grandes maratonas durante os dias de semana que, pela manhã, são denunciadas pelas olheiras, ou em fins-de-semana passados no conforto do lar. As narrativas que hoje nos chegam são algumas das melhores que já agraciaram o pequeno ecrã e a tendência parece ser continuar a esticar a corda em busca de mais e melhor material. Seja o tema um desastre nuclear que ainda não tinha chegado de forma justa à ficção ou uma pequena cidade no meio do Indiana que procura explicações para acontecimentos bizarros, estamos hoje perante uma era dourada. Estas são as melhores séries do momento.

Recomendado: As séries originais Netflix que tem de ver

As melhores séries do momento

Big Little Lies

Baseada no best-seller homónimo de Liane Moriarty, Big Little Lies traz-nos uma história de crime com a aparentemente perfeita cidade de Monterey, na California, como cenário. Contada pelos olhos de cinco mães – Madeline (Reese Witherspoon), Celeste (Nicole Kidman), Jane (Shailene Woodley), Renata (Laura Dern) e Bonnie (Zoe Kravitz) – a narrativa explora os mitos da sociedade sobre a perfeição e a romantização do casamento, sexo, paternidade e amizade.

Black Mirror

Charlie Brooker é o autor de uma das séries mais relevantes dos últimos anos. Neste caso, uma antologia de ficção científica com actores e enredos diferentes em todos episódios, à moda de A Quinta Dimensão, mas sintonizada com o espírito dos tempos – a ansiedade e dependência tecnológicas e a sua intercepção com o espaço público são recorrentes. Começou no Channel 4 britânico, mas à terceira temporada passou para a Netflix, onde continua.

Publicidade

Chernobyl

A minissérie da HBO – que é já a mais pontuada do IMDB, valha isso o que valer – baseia-se em grande parte nas memórias dos habitantes de Pripyat (a cidade vizinha da central), descritas pela Nobel bielorrussa Svetlana Alexievich no seu livro Voices from Chernobyl. Ao longo de seis episódios, a série mostra o que aconteceu em Chernobil e retrata algumas das histórias menos conhecidas do desastre, incluindo os esforços dos bombeiros que foram os primeiros em cena e as equipas de mineiros.

Dark

Desaparecimentos na fictícia cidade alemã de Winden trazem à luz as relações fracturadas, vidas duplas e passados obscuros de quatro famílias que lá vivem, revelando um mistério que abrange três gerações. A história, que começa em 2019, inclui episódios de 1986 e 1953 via viagem no tempo, já que certos personagens das principais famílias da série se apercebem da existência de um wormhole no sistema de grutas por baixo da central nuclear local, sob gerência da influente família Tiedemann.

Publicidade

Good Omens

Comédia e efeitos especiais são a receita desta Good Omens, a séria da Amazon Prime nascida do livro conjunto de Neil Gaiman e Terry Pratchett. Com o fim do mundo à porta, os exércitos do céu e do inferno juntam-se. Aziraphale (Michael Sheen), um anjo, e Crowley (David Tennant), um demónio, concordam em unir forças para encontrar o Anticristo e parar a guerra que acabará com tudo.

Sobrevivente Designado

Tom Kirkman (Keifer Sutherland) nunca pensou chegar à presidência dos Estados Unidos. Mas quando o seu antecessor, assim como a maior parte dos membros do governo, congressistas e senadores morrem na sequência de um atentado durante o discurso do Estado da União, o secretário da Habitação e Desenvolvimento Urbano – que foi nomeado o sobrevivente designado no caso da eventualidade – vê-se promovido a presidente. Uma responsabilidade para a qual não estava preparado.

Publicidade

Stranger Things

Depois de duas temporadas ainda há muito a explicar em Hawkins, no Indiana, a pequena cidade onde se passa esta série de ficção científica nostálgica. A terceira temporada da série dos irmãos Duffer, um verdadeiro fenómeno global desde que se estreou no Verão de 2016, chega a 4 de Julho e promete mais mistérios e resoluções que garantidamente nos vão colar ao ecrã.

The Handmaid's Tale

Outra história baseada num best-seller, desta feita de Margaret Atwood, The Handmaid's Tale decorre na fictícia Gilead, uma sociedade totalitária que fazia parte dos Estados Unidos. Por lá, o governo, que trata as mulheres como propriedade do Estado, enfrenta desastres ambientais e uma taxa de natalidade em queda livre. E as poucas mulheres férteis que restam são forçadas à servidão sexual. Mas há sempre alguém que resiste.

Publicidade

When They See Us

Em 1989 cinco jovens são acusados de cometer uma violação em Nova Iorque. Mas os Central Park Five, como ficaram conhecidos, mantiveram o estatuto de inocentes e passaram anos a contestar as condenações. Concebida e realizada por Ava DuVernay, a minissérie When They See Us decorre ao longo de um quarto de século, mostrando-nos os momentos iniciais do caso até à exoneração, em 2002. Michael K. Williams, John Leguizamo, Felicity Huffman e Blair Underwood são alguns dos nomes no ecrã.

Years And Years

O drama familiar futurista Years And Years, escrito por Russell T. Davies, marca o regresso de Emma Thompson ao pequeno ecrã. A série segue a dispersa família Lyons, que converge para um momento crucial: o nascimento do mais novo membro do clã, Lincoln. Nos quinze anos seguintes, à medida que a Grã-Bretanha cai num futuro cada vez mais instável, a família navega nas suas próprias reviravoltas, triunfos e tragédias.

Mais para ver

Dave Chappelle
©IMDB
Filmes

Espectáculos de stand-up na Netflix que vale a pena a ver

Às vezes rir é mesmo o melhor remédio para suportar todos os males do mundo e os comediantes são uma espécie de novos pregadores dos tempos modernos. Nomes como Ricky Gervais, Daniel Sloss, Sarah Silverman ou Dave Chappelle são incontornáveis na comédia, cada um com a sua especialidade, e o material que trazem a palco continua a esgotar salas. Eis os espectáculos de stand-up na Netflix que vale a pena a ver.

Brad Pitt
©IMDB
Filmes

Os melhores filmes de Brad Pitt

Falar de William Bradley Pitt é falar de pedaços cinematográficos como Snatch – Porcos e DiamantesSete Pecados Mortais ou Clube de Combate. É, também, falar do Óscar que nunca recebeu, e de toda a injustiça que nesse tópico possa caber. Mas isso não o impediu de continuar a dar vida a histórias icónicas. Tarantino, os irmãos Coen, Soderbergh, Ridley Scott ou Fincher fizeram-nos chegar clássicos onde as prestações do oklahoman se imortalizaram. E esta é a lista que o mostra, com os melhores filmes de Brad Pitt.

Publicidade