Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Feira do Livro está de volta maior e mais sustentável
Notícias / Vida urbana

Feira do Livro está de volta maior e mais sustentável

feira do livro 2014
©SUM

Há livros no Parque Eduardo VII e não só. A 89.ª Feira do Livro sofreu com as dores de crescimento e vem maior que nunca – com mais pavilhões e editoras –, mais sustentável e mais acessível para visitantes com mobilidade reduzida. De 29 de Maio a 16 de Junho, a cidade é um livro aberto.

São 138 participantes, 328 pavilhões e 636 marcas editoriais – números que parecem não parar de crescer: há 25 novos participantes e 32 novos pavilhões. O aumento reflecte-se também na criação de um novo espaço dedicado a Novos Participantes, do lado esquerdo da entrada sul do recinto para receber editores e livreiros que participam pela primeira vez na feira.

Diminuir a pegada ambiental também é um dos objectivos da organização para este ano, que quis adoptar práticas mais sustentáveis – e o primeiro passo foi dado com a distribuição de 60 mil sacos de papel para servir de saquinho de compras durante o sobe e desce do Parque. A zona de restauração, que este ano mantém os 42 participantes (oito deles novos), estará mais espalhada pelo recinto e todo o tipo de material descartável das carrinhas de street food será biodegradável. E caso opte por se deslocar de bicicleta terá um parque extra para a estacionar.

Para melhorar as acessibilidades, a organização, em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, terá disponíveis cadeiras de rodas e andarilhos ao dispor de quem precisar de uma ajuda extra para se movimentar no recinto.

E como não há Feira do Livro sem a famosa Hora H, fique a saber que continua a funcionar dentro dos mesmos moldes com descontos mínimos de 50% em livros lançados há mais de 18 meses. Estes descontos são aplicados de segunda a quinta entre as 21.00 e as 22.00.

Este ano, a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), entidade organizadora, quer incentivar a leitura em família e um dos momentos de destaque é a maratona de leitura no dia 1 de Junho – entre as 11.00 e as 23.00 há sessões contínuas de leitura para pais e filhos. “Um dos temas que quisemos desenvolver é a questão da leitura em casa”, afirma João Alvim, presidente da APEL, na conferência de apresentação da Feira. “Ler em voz alta às crianças desde muito cedo é fundamental para o desenvolvimento delas e pelo gosto pela leitura que possam criar a partir daí”.

O programa cultural da Feira desenvolvido pelos grupos editoriais é longo e contempla os habituais showcookings, lançamentos de livros, sessões de autógrafos, workshops, conferências e actividades dedicadas às crianças. Para bem dos mais pequenos, mantém-se a parceria com as Bibliotecas de Lisboa que aposta num programa focado na inclusão social com ajuda da Ilga Portugal e dos serviços educativos de vários museus.

A iniciativa Doe os Seus Livros repete-se e terá um pavilhão onde os visitantes podem depositar os livros que desejem doar. Livros usados, infantis ou para adultos, e os livros angariados são doados a instituições.  

Aqui há novidades

O Sensório Forbrain é um novo espaço da feira, uma sala dedicada a despertar os sentidos equipada com material para estimulação sensorial – luz, sons, cores, texturas e aromas, onde os objectos são coloridos e disponibilizados para serem tocados e admirados.

Outras das novidades desta edição são os pontos de carregamentos de telemóvel espalhados pelo recinto e um lounge à entrada da Feira (junto ao Marquês) para aproveitar o espaço verde e onde se pode estender ao comprido na relva.

O horário da feira, que no ano passado tinha sido alargado para além da habitual hora de fecho às 23.00, mantém-se na 89.ª edição – horário perfeito para fugir do calor da tarde e rumar para aqueles lados só à noitinha.

Parque Eduardo VII. Seg-Qui 12.30-22.00, Sex 12.30-00.00, Sáb 11.00-00.00. Sex 12.30-00.00, e Dom e feriados 11.00-22.00.

+ Os melhores sítios para fazer piqueniques em Lisboa

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments