A Time Out na sua caixa de entrada

francesinha
Sandinha

Festival de Francesinhas chega a Oeiras para provas sem faca e garfo

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

O Festival de Francesinhas regressa a Oeiras já em Outubro. Durante dez dias, o Palácio do Marquês de Pombal abre portas a vários restaurantes do Porto, incluindo ao Sandinha, onde os talheres ficam de lado, mas o molho e os acompanhamentos estão garantidos.

Se é da opinião que só no Porto é que há boas francesinhas, está com sorte: os restaurantes da especialidade vão aterrar nos jardins do Palácio do Marquês de Pombal, em Oeiras, entre 11 e 20 de Outubro. Com entrada livre, poderá contar ainda com uma novidade exclusiva: uma variedade cujo molho é preparado com vinho da região. O conceito é do restaurante Sandinha, uma estreia neste evento, onde as francesinhas, servidas em invólucros de cartão, são para comer à mão.

O espaço, montado nos jardins do palácio, será coberto e terá capacidade para cerca de quatro dezenas de pessoas sentadas. “Depois, os contentores-cozinha, onde os pratos vão ser confeccionados, vão estar decorados com imagens típicas da cidade do Porto, porque é de lá que vêm todos os restaurantes”, explica à Time Out Lisboa Francisco Freixinho, responsável pela organização.

Além do Sandinha, poderá contar também com o Alicantina, o Alfândega D’Ouro e o Cufra. Este último apresentará uma francesinha vegan, além das variedades pelas quais já é conhecido, como a Francesinha Real à Cufra ou a Francesinha Especial com Camarão.

Durante a semana, o festival decorre aos almoços, das 12.00 às 15.00, e aos jantares, das 18.00 às 22.00. No fim-de-semana, arranca à mesma hora, mas não há pausa pelo meio.

+ Três sítios para comer francesinhas

Últimas notícias

    Publicidade