A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
MÓ – Festival de Marionetas
Fotografia: José Fernandes/ MÓ – Festival de Marionetas Facebook

Festival de Marionetas regressa a Oeiras em Outubro

O MÓ – Festival de Marionetas está de volta a Oeiras com três dias de diversão para toda a família, com mais espectáculos e a entrada livre de sempre.

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

A 5.ª edição do MÓ – Festival de Marionetas, que se realiza todos os anos em Oeiras, terá menos palcos, mas um maior número de espectáculos, incluindo mais programação para adultos. O evento, que arranca a 9 de Outubro com espectáculos nas escolas públicas do concelho, promete três dias de propostas para toda a família, no Largo da Igreja Matriz e no Palácio do Egipto.

O primeiro dia do festival abre com três sessões de A Viagem, uma produção de Mãozorra, às 21.30, 22.15 e 23.00, no Largo da Igreja da Matriz. Pensado para um público mais velho, este espectáculo acompanha Raúl num momento em que, embriagado pela sonolência, a sua mão nos transporta até ao seu próprio nascimento e à descoberta do mundo em seu redor.

No dia seguinte, 10 de Outubro, há vários espectáculos para ver logo a partir das 10.30, mais uma vez no Largo da Igreja Matriz. Para os mais novos, a companhia Partículas Elementares apresenta João e o Pé de Feijão, uma versão alternativa do conhecido conto dos irmãos Grimm sobre as mirabolantes aventuras de João. Mais tarde, às 12.30, a Alma de Lisboa, da companhia Na Rua, presta uma homenagem ao Fado, com uma marioneta de Amália Rodrigues, manipulada por Paula Santos, e de dois guitarristas, João das Cordas e Manuel Henriques, manipulados por Hugh Tomas.

No mesmo dia, às 16.00, o Historioscópio sobe a palco com João Pateta, um espectáculo intemporal para todas as gerações. Segue-se O Barbeiro (17.30), um teatro de marionetas de João Costa, e Calor (21.30), do espanhol Jean Philipe Kikolas, que combina o estilo clown com verdadeiras técnicas de circo.

Por último, mas não menos importante, o MÓ convida o público a deslocar-se até ao Palácio do Egipto para mais uma sessão de João e o Pé de Feijão, às 16.00, e a entrega de prémios do público e do júri, às 17.30.

A entrada é livre, mas os espectadores devem levantar previamente os ingressos na livraria Gatafunho, entre as 11.00 e as 14.30 (nos dias 6 e 7 de Outubro) ou entre as 11.00 e as 19.00 (nos dias 8, 9 e 10), ou nos próprios locais de actuação (uma hora antes de cada sessão).

Largo Igreja e Palácio do Egipto (Oeiras). Sex-Dom vários horários. Entrada livre, mediante levantamento de bilhetes.

+ A agenda cultural de Lisboa que não pode perder

+ Leia já, grátis, a edição Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade