A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Panteão Nacional
Fotografia: Inês Calado Rosa

Festival TODOS: teatro, piqueniques, concertos e visitas numa ode à multiculturalidade

O festival decorre este ano na zona de Santa Engrácia e de São Vicente. Há espectáculos de entrada gratuita, mas todos requerem reserva prévia.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

O Festival TODOS é feito de gente interessada no mundo inteiro, é um evento onde há de tudo, de todo o lado e para toda a gente. A 12.ª edição acontece de 17 a 20 de Setembro e terá um formato misto: o presencial, que decorre na zona de São Vicente e Santa Engrácia, e o virtual, que permite acompanhar em live streaming alguns espectáculos. Conte com teatro, dança, música, novo circo, fotografia, culinária, oficinas, debates e visitas guiadas. 

A caminhada cultural do TODOS começou ainda em 2009, e desde aí celebra a cidade intercultural através de artes performativas, uma iniciativa promovida pela Academia de Produtores Culturais e a Câmara Municipal de Lisboa. 

O programa arranca a 17 com a peça Antes do Mar, do Teatro O Bando, numa apresentação ao ar livre que repete a 18, 19 e 20, sempre às 18.30 (3€) no Monte das Hortas (Quinta de Santo António, Av. Mouzinho de Albuquerque). No mesmo dia acontece o espectáculo AQUI/YHA, que foi apresentado no TODOS 2019 e volta agora numa versão de conferência-espectáculo, com coreografia dos artistas Bruno Cochat, Filipa Francisco e música de Ricardo A. Freitas. Decorre no Pátio dos Canhões (Museu Militar, Largo dos Caminhos de Ferro) às 21.30 (3€). 

Ainda a 17 pode deitar o olho à Engrácia, a Santa Passageira, uma exposição de fotografia de João Tuna, Luísa Ferreira, Luís Pavão, Rosa Reis e Susana Paiva que estará no Museu da Água (Rua do Alviela, 12) todos os dias do festival (dia 17 19.00-21.00, dia 18 e 19 12.30-21.00, dia 20 12.30-17.00).

Num País Distante é uma criação do Teatro O Bando em parceria com Elsinor Centro di Produzione Teatrale, que será apresentada a 17 às 20.30 e a 20 às 17.00 na Calçada dos Barbadinhos (Largo do Chafariz frente ao n.º 49 da Calçada dos Barbadinhos).

 O primeiro dia encerra com um concerto da Orquestra TODOS (3€, 21.30) no Centro de Cultura Popular de Santa Engrácia (Calçada dos Barbadinhos, 49A), sendo que terá também transmissão em live streaming. A banda conta com elementos da Alemanha, Argentina, Brasil, Cabo Verde, Colômbia, Espanha, Índia, Itália, Portugal, Turquia e Ucrânia. 

No dia 18, às 19.00, haverá um debate com o tema "Interculturalidade nas Artes: que Fronteiras no Mundo sem Fronteiras?", que tem lugar no  Museu da Água (Rua do Alviela, 12), com entrada livre por ordem de chegada.

O Heden (Doca do Jardim do Tabaco – Terminal de Cruzeiros de Lisboa – Ed. NW, 1.º Piso) recebe um ciclo de cinema dedicado ao Médio Oriente, com exibição de 3 Faces, de Jafar Panahi, no dia 18, e Talking About Trees, de Suhaib Gasmelbari, no dia 19, sendo que ambas as sessões começam às 20.30.

Para Vós é um espectáculo em forma de solo coral sobre o lugar onde vivem as memórias, sobre histórias de outros tempos que não estão escritas nos livros e será apresentado Palácio Pancas Palha (Travessa Recolhimento Lázaro Leitão, 1) dia 18 e 19 (21.30, 3€). 

No dia 18 e 20 será possível, através de inscrição prévia, visitar o Palácio dos Van Zeller (Rua de Santa Apolónia, 20) que remonta ao século XVI, ao reinado de D. Sebastião.

Também no Centro de Cultura Popular de Santa Engrácia, dia 18 (21.30, 3€), dois jovens músicos, afrodescendentes, foram convidados pelo festival TODOS a apresentarem-se num mesmo concerto, ainda que em partes distintas – é o Ascendências e Descendências.  

Perante a impossibilidade de cozinharem o banquete em segurança, onde todos os anos se cruzam sabores e conversas, as receitas do TODOS serão transmitidas em directo no dia 19 e 20 (11.30). Ainda nos comes e bebes, os Apeadeiros Merendeiros são um convite a viajar através de um piquenique elaborado por cada pessoa interessada, em sua casa, seguindo as receitas facultadas pelos cozinheiros do TODOS ou adquiridas num dos restaurantes locais. Acontecem a 19 e a 20 (13.00-18.00) no Apeadeiro da Água (Rua do Alviela) e Apeadeiro da Bica do Sapato (Jardim da Bica do Sapato).  Para animar os piqueniques há concertos do Duo Além e de Marco Campaniça entre as 14.30 e as 17.00 dos dois dias.  

Ainda no campo das visitas guiadas, estão marcadas duas para o Panteão Nacional no dia 19 (14.30) e no dia 20 (10.00), sujeitas a inscrições prévias. 

Nos dias 19 e 20, no Palácio Pancas Palha (Travessa Recolhimento Lázaro Leitão, 1; 20.00, 3€) será apresentada a peça Antes que matem os Elefantes, da Companhia Olga Roriz, sobre a guerra civil na Síria. 

Inspirado na Tabacaria de Álvaro de Campos, I AM (K)NOT é um espectáculo de circo contemporâneo, que une o circo e a dança e acontece no dia 19, às 19.00, no Pátio dos Canhões do Museu Militar (3€). Também de circo, desta vez, acrobático, Home Made é um espectáculo que combina trapézios, arames e roda da morte, com muita música rock, tudo para ver no dia 19 (17.30) e 20 (11.30/17.30; 3€) na Calçada dos Barbadinhos (Parque Estacionamento Vila Macieira).

Selma Uamusse apresenta-se a 19 no Centro de Cultura Popular de Santa Engrácia, às 21.30, num concerto (3€) que terá também transmissão online.

O último dia, 20, fica marcado por outro espectáculo do Teatro O Bando Movimento Zebra - Ocupação Teatral no Auditório da Junta de Freguesia de São Vicente (Calçada dos Barbadinhos, 36; 11.00 e 16.00) e será de entrada livre. 

A fechar o Festival TODOS há um concerto Do Barroco ao Fado, com os músicos Ana Quintans e Ricardo Ribeiro às 18.30 no Panteão Nacional, tendo também transmissão online. 

Vários locais na zona de Santa Engrácia e São Vicente. 17 a 20 de Setembro. 93 600 3773 ou festival.todos.reservas@gmail.com

+ Leia aqui a edição Time Out Portugal desta semana e descubra as melhores oportunidades para ir de férias em Setembro

+ Há uma festa indiefrente no maat com música, arte e cinema do IndieLisboa

Últimas notícias

    Publicidade