A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Flor de Lúpulo: há um novo bar de cerveja em Lisboa

Por Miguel Branco
Publicidade

Nasceu mais um bar de cerveja artesanal, junto à Morais Soares.

Preto, branco, branco, preto. É a dança dos quadrados, movida a rock’n’roll. Tudo na decoração sugere um ambiente norte-americano, onde se podia fazer competições ao estilo quantos-hambúrgueres-consegue-comer-numa-hora. Mas não. Na Flor de Lúpulo há o que comer, mas são petiscos tradicionais portugueses, e há, sobretudo, o que beber: uma porrada de cerveja artesanal.

Fotografia: Manuel Manso

Abriu há um mês na Rua Heróis de Quionga, uma perpendicular da Rua Morais Soares, e vem contribuir para o culto crescente, já profundamente real, das casas que fazem da cerveja artesanal a sua identidade. E, claro, também aqui há dez torneiras de onde saem dez distintos tipos de cerveja, que prometem provocar dez sorrisos diferentes. Levantemos o copo.

Joana Marques abriu a Flor de Lúpulo após embater numa realidade que nos toca particularmente: o jornalismo não está para ninguém. Vamos mas é beber. E dar a beber: “A ideia surgiu há coisa de um ano. Era jornalista, entretanto fui fazer um part-time para a Dois Corvos e gostei. Achei que já chegava de jornalismo, queria estar com pessoas e então começámos à procura do espaço. Percebemos que em Lisboa faltava o complemento comida, só havia tostas ou chouriço assado, as coisas que não são de fogão. Então decidimos juntar as duas coisas, cerveja artesanal e petiscos portugueses”, explica. 

O gosto pelos diners americanos, aliado ao gosto pela cerveja artesanal e pelo rock’n’roll fez criar esta casa que, apesar de pequena, tem cerveja para todos os gostos. E os gostos têm aparecido por aqui: “Em garrafa, tudo o que é novo, e sobretudo estrangeiro, desaparece. Em termos de pressão depende um bocado das horas, o final da noite fica para as cervejas mais pesadas, sobretudo imperial stouts e barley wines, depois são as IPAs, o público português está muito inclinado para as IPAs e começa já a gostar de sours, mais ácidas. Além do grupinho da cerveja artesanal, que vem sempre, temos tentado trazer malta aqui da rua, que não conhece tanto. Isso interessa-nos bastante”, conta. Cheers.

Rua Heróis de Quionga, 66. Ter-Qui 16.00- 22.30. Sex-Sáb 16.00-01.00.

+ Os melhores bares de cerveja em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade