A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

"Fuller House": a casa está mais que cheia

Por Eurico de Barros
Publicidade

Não há descanso na casa de família mais concorrida e animada de São Francisco. A Netflix estreia a quarta temporada de Fuller House esta sexta-feira.

Primeiro, houve a série Full House, exibida pela televisão americana entre 1987 e 1995, e que em Portugal passou com o título Que Família!. Era a história de Danny Tanner, um pai viúvo de São Francisco e jornalista desportivo num canal televisivo, que criava as suas três filhas com a ajuda do cunhado e do melhor amigo.

Em 2016, 11 anos depois do final de Full House na televisão generalista, surgiu na Netflix um spin-off, Fuller House, que invertia a premissa do enredo da original. Agora, é D.J. Tanner-Fuller, uma das três filhas de Danny e veterinária de profissão, que está viúva e tem três filhos para criar, e é ajudada por uma das irmãs e pela sua melhor amiga, Kimmy. A maior parte do elenco de Full House repete aqui os seus papéis e a acção decorre na mesma casa da família Tanner.

Tal como havia sucedido com a série original, Fuller House voltou a ser um sucesso, e entra agora na quarta temporada, sendo um bom exemplo de uma série para a família muito popular, que fez a transição de uma grande estação tradicional (a ABC, no caso) para a Netflix.

Nesta nova temporada, a casa dos Fuller continua cheia: de gente, de peripécias, de novidades e de comédia. O pai (e avô) Danny Tanner está livre para poder voltar a arrastar a asa a Vicki, uma velha paixão da série original, que voltou a entrar em cena na temporada anterior; várias das personagens secundárias mais queridas da série vão ter participações mais activas nos novos episódios; e haverá um especial de Natal muito agitado. Não há descanso possível para esta família.

+ Seis razões para ligar a televisão

Últimas notícias

    Publicidade