A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Grigory Sokolov
© Mary SlepkovaGrigory Sokolov

Fundação Gulbenkian reabre as portas com o piano no centro do palco

Os últimos concertos da Temporada 20/21 da Gulbenkian realizam-se entre Abril e Maio. Trazem a Lisboa pianistas notáveis.

Por
Luis Filipe Rodrigues
Publicidade

A Temporada Gulbenkian Música 20/21 teve de ser suspendida em Janeiro, por causa da pandemia. Mas as portas do Grande Auditório da Fundação Gulbenkian vão voltar a abrir-se em Abril, e o final da temporada será protagonizado por pianistas notáveis, como Grigory Sokolov, Maria João Pires e Yuja Wang.

Grigory Sokolov será o primeiro a subir ao palco. O pianista russo regressa a Lisboa pelas 20.00 de 19 e 20 de Abril, para interpretar obras de Chopin e Rachmaninov. Poucos dias depois, a 22 e 23, a premiada pianista Maria João Pires volta a reunir-se com a Orquestra Gulbenkian, sob a direcção do britânico Trevor Pinnock, para apresentar o Concerto para Piano e Orquestra n.º 3 de Beethoven. As sinfonias n.º 31 e 39 de Mozart completam o programa.

Em Maio, é a vez da pianista chinesa Yuja Wang passar pela Gulbenkian. Nos dias 20 e 21 toca o Concerto para Piano n.º 4 de Rachmaninov, num programa que inclui a Orquestra Gulbenkian, dirigida por Lorenzo Viotti, a executar a Sinfonia n.º 4 de Tchaikovsky.

Mas antes, a 16 e 17 de Maio, Yuja Wang vai apresentar-se em duo com o clarinetista Andreas Ottensamer. Ele, por sua vez, vai juntar-se a Lorenzo Viotti e à Orquestra Gulbenkian, de 13 a 15, para tocar o Concerto para Clarinete e Orquestra de Mozart. Nessas noites, vai ainda ouvir-se a Sinfonia n.º 4 de Schumann e a abertura da ópera Guilherme Tell, de Rossini.

O maestro titular Lorenzo Viotti e a Orquestra Gulbenkian também vão interpretar a Sinfonia n.º 1 de Schumann e a n.º 2 de Brahms, entre os dias 28 e 30 de Abril. Depois, no encerramento da temporada, entre 26 e 28 de Maio, vão tocar o Prelúdio e Morte de Isolda, da ópera Tristão e Isolda de Richard Wagner, o Poème de l'amour et de la mer, de Chausson, e o poema sinfónico Aus Italien, de Strauss.

Haverá ainda um Concerto de Domingo, comentado por um membro da Orquestra Gulbenkian, a 9 de Maio, pelas 12.00 e as 17.00. O programa, intitulado "Viagem à Rússia", será apresentado pela Orquestra Gulbenkian, dirigida por Johannes Klumpp, e juntará a abertura da ópera Ruslan e Liudmila e a Valsa-Fantasia, ambas de Glinka, e, de Prokofiev, a Sinfonia n.º 1 e o Concerto para Piano e Orquestra n.º 1. Raúl da Costa será o solista.

Os bilhetes para os concertos podem ser comprados no site e nas bilheteiras da Fundação Gulbenkian.

+ Quando a música clássica faz pop

+ Leia a Time Out Portugal desta semana: Silêncio, finalmente

Últimas notícias

    Publicidade