A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Estação de Arroios
©Metropolitano de LisboaA futura Estação de Arroios

Governo aprova fim de máscaras nos transportes públicos e nas farmácias

O uso de máscaras em transportes públicos e farmácias vai deixar de ser obrigatório. Decisão foi tomada esta quinta-feira em reunião do Conselho de Ministros.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

O Governo aprovou o fim do uso de máscaras em transportes públicos e farmácias esta quinta-feira, 25 de Agosto, em reunião do Conselho de Ministros. Segundo a ministra da Saúde, Marta Temido, estão reunidas as condições para terminar com a obrigatoriedade em autocarros, comboios, TVDE e transporte aéreo, bem como nas farmácias. A excepção são os estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde, como hospitais e lares, devido à especial vulnerabilidade em que se encontram os seus utilizadores.

“O Conselho de Ministros efectuou hoje a análise habitual daquilo que é a situação epidemiológica da Covid-19 e, atendendo à manutenção da evolução favorável, uma tendência estável do número de casos, uma tendência controlada daquilo que é a utilização de cuidados de saúde, também àquilo que é a informação científica, entendeu ser adequado pôr fim à obrigatoriedade de utilização de máscaras, ou viseiras, nos transportes colectivos de passageiros”, esclareceu a ministra em conferência de imprensa, reforçando a importância de continuar a ser feita avaliação de risco individual.

No mesmo encontro, foi ainda aprovada a declaração de situação de calamidade no Parque Natural da Serra da Estrela durante um ano. Será ainda feito um levantamento no terreno e nas áreas afectadas, que inclui os municípios do parque e todos os restantes concelhos do país com uma área ardida igual ou superior a 4500 hectares ou 10% da sua área durante este ano de 2022.

+ Setembro arranca com uma Corrente de Ar artística

+ Leia já, grátis, a edição digital da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade