Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Greve Climática Estudantil sai do Príncipe Real na sexta-feira
Greve Climática Estudantil
©DR

Greve Climática Estudantil sai do Príncipe Real na sexta-feira

Publicidade

Há Greve Climática Estudantil marcada para esta sexta-feira. O Coro dos Anjos, Luís Severo e Filipe Sambado juntam-se, em vários momentos culturais, a esta manifestação pela neutralidade carbónica até 2030.

O apelo é internacional e vem do movimento estudantil Fridays for Future, mas a marcha em Lisboa, marcada para 13 de Março, com ponto de encontro no Jardim do Príncipe Real, será comandada pela Greve Climática Estudantil. A esta “onda” de manifestações pela tomada de medidas para alcançar a neutralidade carbónica em 2030, juntam-se vários artistas, desde o Coro dos Anjos até Luís Severo, passando por Filipe Sambado.

“Sabendo e reconhecendo a gravidade das alterações climáticas, o Governo continua a não fazer do combate à crise climática uma prioridade real. Um exemplo da sua ineficácia é o Orçamento de Estado de 2020”, defende a organização. Na ordem do dia estará o cancelamento da construção do aeroporto do Montijo, a requalificação justa dos trabalhadores dos sectores poluentes, o fim das concessões para explorar combustíveis fósseis em Portugal, o investimento e a electrificação da ferrovia e uma transição energética justa. Bem como a reivindicação de medidas políticas necessárias à construção de uma sociedade “que se adapte aos efeitos das alterações climáticas e que mude o seu paradigma, a sua forma de consumir, transportar e produzir”.

A concentração deverá começar pelas 15.00, no Jardim do Príncipe Real, com uma actuação do Coro dos Anjos. Durante o percurso até à Assembleia da República, na Rua de São Bento, haverá mais intervenções artísticas, com música e teatro, antes da leitura do manifesto da Greve Climática Estudantil e de discursos pela justiça climática. Até ao final do evento, que terminará por volta das 21.30, estão marcados ciclos de conversas e concertos de Luís Severo, Filipe Sambado, Amanda Caju e outros artistas a ser anunciados.

Jardim do Príncipe Real. Sex 15.00-21.30. Grátis.

+ Lisboa Capital Verde Europeia 2020: os destaques do programa

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade