A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
gulbenkian
©João Pimentel Ferreira/Gulbenkian

Gulbenkian dá palco a festival sobre consumo sustentável com actividades grátis

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

Faz parte da programação da cidade de Lisboa como Capital Verde Europeia e promete pensar o futuro do sistema alimentar. Entre 27 e 29 de Março, o Festival Alimenterra estará, na Fundação Calouste Gulbenkian, a promover cinema, debates e muitas actividades grátis para toda a família.

Visitas guiadas, sessões no conforto do escurinho, exposições, workshops e até conversas sobre agricultura sustentável e desperdício alimentar. O Festival Alimenterra, que se estreia em Lisboa a 27 de Março, promete três dias de actividades dedicadas à redescoberta da cidade consumidora e do campo produtor. A Fundação Calouste Gulbenkian será o palco desta iniciativa da Lisboa Capital Verde Europeia 2020.

O responsável pela sessão de abertura do evento é o cineasta alemão Valentin Thurn – na verdade, o anfitrião é o seu documentário 10 Billion: What’s on Your Plate (2015), sobre as possíveis soluções para o futuro alimentar da população mundial, que será exibido a 27 de Março, pelas 21.00.

No dia seguinte, 28, o festival propõe uma visita gastronómica pela “Lisboa Sustentável”, para descobrir e provar boas práticas de alimentação (10.00); uma sessão de cinema com a exibição de O Padeiro (2017) e Massa Mãe (2019) de Maria Braga, às 15.30; debates sobre agricultura sustentável (16.30 e 18.00) e mais uma sessão de cinema, desta vez com Food Coop (2016), de Thom Boothe.

No domingo, 29, há um workshop de cozinha sem desperdício, às 10.30, seguindo-se a exibição do filme Wasted – The Story of Food Waste (2017), de Anna Chai e Nari Kye, sobre como chefs influentes tiram o máximo proveito de todo o tipo de comida, transformando o que a maioria das pessoas considera restos em pratos incríveis que podem nutrir mais pessoas. Mais tarde, pelas 16.30, o festival encerra com um debate sobre as causas, o impacto e soluções para combater o desperdício alimentar.

Durante todo o tempo, será ainda possível visitar a exposição “É Pra Amanhã – Making Of”, com fotografias dos bastidores da rodagem do primeiro episódio de É Pra Amanhã, uma série documental de cinco episódios, que dá a conhecer iniciativas exemplares de sustentabilidade em Portugal.

A entrada no festival é livre, mas a participação nos debates está sujeita à lotação e há actividades com inscrição obrigatória ou mediante levantamento de bilhetes. Para mais informações, basta consultar o site do Festival Alimenterra.

Fundação Calouste Gulbenkian. Sex 21.00, Sáb 10.00 e Dom 10.30. Grátis.

+ Lisboa Capital Verde Europeia 2020: os destaques do programa

Últimas notícias

    Publicidade