Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Há festa na Gulbenkian com performance, exposições e concertos
Notícias / Vida urbana

Há festa na Gulbenkian com performance, exposições e concertos

isto é partis
©Paulo Pimenta

A segunda rodada da iniciativa PARTIS – Práticas Artísticas para a Inclusão Social está de volta à Gulbenkian entre esta quarta-feira, 23, e domingo, 27.

Ao longo destes cinco dias conte com concertos, cinema, performances, exposições e até artes circenses – tudo de entrada gratuita. Foram 16 os projectos de intervenção social pela arte que, ao longo dos últimos três anos, mereceram o apoio da fundação. E será durante estes dias que o público vai poder conhecer o resultado do trabalho que desenvolveram junto de pessoas vulneráveis e em situações de exclusão, na mostra “Isto é PARTIS”.

Quarta-feira, 23

“Ilha” chega-nos pelas mãos do projecto Retratos das Ilhas – Bonfim para Além das Fachadas e reúne imagens captadas pelo fotógrafo Paulo Pimenta e por grupos da Associação O Meu Lugar no Mundo e do Centro Social Senhor do Bonfim. São fotografias que espelham um exercício de reflexão sobre aquilo que significa viver numa ilha. Pode ver a exposição na Ordem dos Arquitectos, até 13 de Fevereiro.

Sexta-feira, 25

Há uma outra exposição para ver, desta vez na zona de Congressos da Gulbenkian. “Refúgio e Arte: dormem mil cores em meus dedos” traz imagens de jovens refugiados residentes na Casa de Acolhimento para Crianças Refugiadas, oriundos de vários países africanos – uma mostra do Conselho Português para os Refugiados (até domingo, 10.00-19.00). A conferência Arte e Comunidade – diálogos irrequietos vai ser um dos momentos altos do programa. Será no auditório 2 que se vai debater, numa conversa-performance (10.30-17.30), o papel da arte na comunidade e a forma como uma e outra se relacionam e influenciam, com intervenções de grupos portugueses, espanhóis e brasileiros.

Sábado, 26

Comece o dia com um workshop de artes circenses com os jovens do Chapitô, onde além de ver uma performance inicial vai poder experimentar várias modalidades do circo, desde a acrobacia ao trapézio, do malabarismo à dança. Durante a tarde, às 16.00, assista ao concerto Renascer, em homenagem aos sobreviventes dos incêndios do Verão de 2017 – a peça será interpretada com utensílios agrícolas, como peneiras ou cestos de verga, madeira e até nozes. O dia acaba com um filme-concerto, as Curtas Migratórias (18.00). São seis curtas escritas, filmadas, interpretadas e montadas por jovens de diferentes bairros de Lisboa, que vão musicar ao vivo os filmes que contam as suas histórias.

Domingo, 27

O Isto é Partis encerra com um concerto dos Xilobaldes (16.00), um hino à criatividade e ao poder da música como ferramenta de capacitação. Segue-se depois a estreia de um documentário (18.00) do projecto Geração SOMA, que acompanhou crianças entre os 5 e os 16 anos – e respectivos pais e professores – e promoveu actividades de dança, música e performance com elas.

+ A agenda cultural de Lisboa que não pode perder

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email

Publicidade
Publicidade

Latest news