A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Tsukimi
DR

Há novos jantares secretos em Lisboa com sushi ao luar

Novo conceito de jantares secretos surgiu em Julho e manter-se-á em funcionamento, pelo menos, até Setembro. Lisboa tem sushi ao luar.

Por Sebastião Almeida
Publicidade

A experiência quer-se envolta em mistério e secretismo. Quanto menos souber, melhor. Assim sendo, algumas informações, como os nomes dos envolvidos e localizações, não serão reveladas. Digamos, antes de mais, que este não é um jantar convencional, na medida em que pouco sabemos sobre ao que vamos. A carta gira em torno de sushi tradicional e pouco mais nos é dito. Algumas horas antes, recebemos no telemóvel uma mensagem. Manda-nos estar a uma determinada hora na zona da Estefânia, em Lisboa, e procurar uma loja com certas características. Depois de a encontrar, é nos pedido para dar uma palavra-passe à entrada. Só então somos encaminhados para o espaço onde a refeição irá decorrer.

Tsukimi – é assim que se chama este novo conceito de jantares secretos. Em português quer dizer vista para a lua. Os jantares acontecem numa área exterior “com vista para a lua e com o objectivo de transportar as pessoas para um ambiente distante das preocupações que a pandemia levantou”, explica o responsável pela ideia, que permanecerá anónimo. A experiência é, no mínimo, curiosa. Não há vista para o céu estrelado, mas sim uma projecção da lua sob um mar sereno numa parede. A acompanhar as gyosas de frango e vegetais (6€/quatro unidades), os primeiros pratos que nos chegam à mesa, ecoa subtilmente uma música ambiente que preenche o espaço.

Tsukimi
DR

A ideia aqui é “tudo ser um jogo”, que se materializa através de uma “pequena história”. Essa narrativa permite que este espaço da cidade faça as coisas de forma diferente. De dia, a oferta e o público são completamente diferentes. É quase como se se mergulhasse na história de O Estranho Caso de Dr Jekyll e Mr. Hyde, livro de Robert Louis Stevenson, compara o criador: de dia é uma coisa e à noite é outra coisa. O repasto prossegue e chega-nos um omakase – no fundo, um prato à vontade do chef. Salmão, lírio, dourada, robalo, polvo, cavala marinada. As peças são servidas em sashimi, urumaki, nigiris – há de tudo um pouco. A confecção está a cargo de um chef versado, segundo nos dizem – e trabalha num dos melhores sushis da cidade.

Pelo meio, dá-se uma pequena apresentação das normas de segurança a seguir nos espaços comuns, quase em jeito de performance artística. Os empregados e os donos alinham-se, abrem os braços, e executam movimentos a fazer lembrar os dos hospedeiros nos aviões. Nas sobremesas, o Castella, um pão de ló tradicional japonês (7€) oriundo de uma padaria especializada na Rua do Poços dos Negros e o Choko, um brownie de chocolate com gelado de yuzu são o que nos chega à mesa. E assim termina uma noite invulgar, num jardim secreto da cidade.

Se ficou curioso, tente a sua sorte através do 93 568 5685. Com este número poderá tentar saber mais informações, bem como efectuar a reserva mediante haja disponibilidade. A lotação do espaço é reduzida para ir ao encontro das normas de distanciamento social. Da nossa parte, podemos apenas dizer-lhe que estes jantares realizam-se de quarta-feira a sábado, entre as 19.30 e as 23.00 e que o preço médio por pessoa é de 30-35€.

Qua-Sáb, 19.30-23.00. 93 568 5685. 30-35€.

+ Leia grátis a nova Time Out Portugal

+ Os melhores japoneses da cidade

Últimas notícias

    Publicidade