A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
A Praça
Time Out PortugalA Praça

Há uma nova Praça para encher a cesta de produtos nacionais a clicar

É apresentada esta sexta-feira A Praça, o mais fresco projecto do Hub Criativo do Beato.

Por Renata Lima Lobo
Publicidade

Breve revisão da matéria dada: a antiga Manutenção Militar foi fundada em 1897 e garantia o fornecimento de alimentos ao Exército Português graças às diversas fábricas deste complexo, como a de moagem, e as de produção de pão e bolachas. Agora, o espaço de 35 000 m2 em Marvila está nas mãos da Startup Lisboa, que vai seleccionar os futuros ocupantes dos mais de 20 edifícios do Hub Criativo do Beato, um dos grandes projectos para a cidade de Lisboa nas áreas da tecnologia, inovação e indústrias criativas.

Esta sexta-feira é apresentada a futura novidade, que chega ao Hub em meados de 2021: A Praça, um espaço onde os visitantes podem adquirir produtos de alguns dos melhores pequenos e médios produtores de todo o país, bem como aprender com eles e provar os ingredientes em espaços de restauração. Os chefs Bernardo Agrela e Francisco Sousa Magalhães são dois dos nomes envolvidos, mas mais pormenores só se conhecem a 9 de Outubro, numa apresentação que irá decorrer no Hub Criativo do Beato com pompa e circunstância. No entanto, a versão digital desta praça de produtos portugueses já mora em apraca.pt.

Portugal é fértil em produtos frescos, tradicionais, orgânicos e deliciosos. Mas nem sempre encontramos o tempo e a ajuda para saber onde procurar, o que escolher ou mesmo como confeccionar. A Praça digital é um espelho da futura A Praça física: com áreas dedicadas a cada sector, com produtos D.O.P. e biológicos de produtores nacionais, do azeite, charcutaria e queijaria aos vinhos e produtos frescos. Para o online foram seleccionados 140 produtores e cerca de 700 produtos que estão a ser entregues em encomendas na Grande Lisboa e Península de Setúbal.

A Praça
Time Out PortugalA Praça

E foi um longo caminho para chegar até aqui. A principal figura por detrás deste projecto (além dos produtores, pois claro) é Cláudia Almeida e Silva, fundadora e investidora d’A Praça que descobriu um mundo de cheiros e sabores no território português. Ex-CEO da FNAC Portugal, no seu contacto com “gente de fora” apercebeu-se o quanto ficavam surpreendidos com os nossos produtos, muitas vezes pouco valorizados pelos próprios portugueses. “Comecei a estar mais atenta à distribuição alimentar. Onde estão estes produtos bons? Muitos vão para fora e também estão em alguns restaurantes, mas têm de chegar a casa do consumidor. Somos dos países com mais supermercados por habitante, à volta de nossa casa temos tudo com preços fantásticos, mas escolhem tudo por nós. Perdeu-se essa ligação das gerações mais velhas a um produto não massificado e feito com carinho”, explica.

Foi este o ponto de partida para longas incursões pelo país, em busca de pequenos e médios produtores. “Demos a volta ao país. Eu era uma ignorante nisto que temos de bom. Provei e descobri paladares que o meu cérebro desconhecia. Como um morango do Sr. Alcides, colhido na época, no seu esplendor”, recorda a investidora que quer “humanizar estes produtos, de forma transparente”.

A Praça
Time Out PortugalA Praça

A Praça digital estava prevista desde o primeiro dia, mas com o advento da pandemia decidiram antecipar o seu lançamento, já que um dos principais canais de escoamento destes produtores são os restaurantes. “Ficámos chocados com o desperdício e antecipámos o marketplace, mas não conseguimos ir com todos. Montámos isto em dois meses e meio com 700 produtos n’A Praça digital, que tem de ser já o defender do propósito d’A Praça física”, diz. O serviço d’A Praça digital (e futuramente no Hub), será único: “O ponto de honra é o serviço, aqui no digital não basta só vender, a maneira como entregamos o produto também é diferente e o feedback tem sido fantástico. Pessoas estrangeiras, a residir em Portugal, já nos descobriram e tem sido uma revelação”, descreve Cláudia.

Brevemente A Praça digital também vai acolher workshops e webinars e o catálogo de produtos vai engordando de forma faseada. E muito provavelmente também irá engordar a sua despensa com produtos portugueses que vai passar a conhecer de ginjeira.

+ LisbonWeek muda-se para Alcântara com passeios de barco, visitas e programação online

+ Leia, grátis, a Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade