A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Alvalade, n' flor florista
© Arlindo Camacho

Há Vida no Bairro! volta a mexer com Alvalade entre Agosto e Setembro

O programa Há Vida em Alvalade!, organizado pela Junta de Freguesia, está de regresso para oferecer quase duas semanas de cultura intensiva ao bairro.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

Concertos, passeios temáticos, cinema, arte ou muitas brincadeiras. De 27 de Agosto a 11 de Setembro, vários locais de Alvalade serão o palco de mais uma edição do programa Há Vida em Alvalade!, recheado de eventos culturais para todas as idades.

A agenda abre com um ciclo de música e poesia com o tema “A música, o silêncio e o verbo era Deus”, tendo por base o livro Verbo – Deus como interrogação na poesia portuguesa, de José Tolentino Mendonça e Pedro Mexia. Entre 27 e 29 de Agosto, pode ouvir o quarteto da Associação 3Actos tocar temas de Bach, Händel, Schubert, Mozart e Giuseppe de Marzi. Que serão intercalados com declamação a cargo de Manuel Wiborg. O ciclo arranca na Igreja Paroquial dos Santos Reis Magos do Campo Grande (21.30) e, nos dias seguintes, prossegue na Igreja Paroquial de São João de Brito (21.30) e na Igreja Paroquial de Santa Joana Princesa (16.00).

Os restantes eventos musicais acontecem a 2 de Setembro, no Auditório do Centro Cívico Edmundo Pedro (21.30), onde se apresenta o Coro da ADECAM (Associação para a Defesa e Desenvolvimento do Campo Grande); e a 5 de Setembro, no Mercado de Alvalade, com Avô Cantigas (11.30) e Fado Lelé (18.00). A zona de cargas e descargas do mercado recebe também, a 4 de Setembro, o Open Day – Atelier Mercado de Alvalade (16.00-19.30), com os muralistas Paulo Albuquerque e Mariana Duarte Santos e o fotógrafo Francisco Gomes.

O cinema irá marcar presença no Centro Cívico Edmundo Pedro, sempre às 21.30, primeiro a 31 de Agosto com Os Verdes Anos (1963), de Paulo Rocha, filme fundador do Cinema Novo português, que nos transporta para Alvalade de outros tempos; e a 11 de Setembro com o documentário Já Estou Farto! (2021), de Paulo Antunes, sobre o músico alvaladense João Pedro Almendra, carismática figura do punk nacional.

Os Verdes Anos estarão também em destaque no passeio “Os cafés dos verdes anos”, desenhado pelo guia Aquilino Machado, que a 6 de Setembro (18.00) partirá à descoberta dos cafés e das tertúlias que aconteciam na Avenida de Roma nos anos 60. O dia seguinte será de passeio pelas “Histórias e memórias de um arrabalde de Lisboa. Um percurso de descoberta da Travessa Henrique Cardoso à Rua de Entrecampos”, à mesma hora. E a 10 de Setembro (18.30) há uma visita guiada pela Rota de Arte Urbana da freguesia, por obras como o Mural de Homenagem João Ribas, no Jardim dos Coruchéus, ou o Mural de Homenagem a Carlos do Carmo, na Avenida Rio de Janeiro, entre muitas outras.

Para os mais pequenos sai à rua o projecto Brincar no Bairro, que leva actividades infantis, animação de rua e a distribuição de uma caderneta de cromos ao Bairro das Estacas, Jardim Eduardo Teixeira Coelho e Parque Infantil da Rua José Duro (28 de Agosto, 10.30) e ao Parque Infantil Andrade Caminha, Jardim Eduardo Teixeira Coelho e Parque Infantil do Bairro da Boa Esperança (11 de Setembro, 17.30).

Todas as actividades são de entrada livre, mas algumas pedem inscrição. Conheça o programa completo aqui.

+ Cinema ao Luar regressa a Odivelas com sessões de entrada livre

+ Leia já, grátis, a edição digital da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade