Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Hotel Ritz lança serviço de take-away de luxo
Notícias / Comida

Hotel Ritz lança serviço de take-away de luxo

Ritz Delicatessen
©Inês Félix

Take away e entrega ao domicílio, dois serviços mágicos para preguiçosos ou para quem quer impressionar sem ter muito trabalho. O novo serviço Ritz Delicatessen, do hotel Ritz Four Seasons, encaixa na segunda categoria mas com selo de luxo. A equipa Time Out testou e aprovou o serviço na redacção. Contamos tudo aqui.

O Varanda do Ritz é um dos melhores restaurantes de Lisboa – o chef executivo, o francês Pascal Meynard, cria há vários anos uma cozinha de autor de excelência, com uma mistura entre sabores portugueses, franceses e mediterrâneos, não só nos pratos à carta como no maravilhoso buffet, que a Monocle destacou como o melhor do ano. Portanto, ir até lá, é uma experiência e tanto. Agora imagine se pudesse ter todos os pratos em casa?

O Ritz Delicatessen é uma resposta directa aos pedidos dos nossos clientes e uma extensão dos nossos pratos mais populares, feitos pelos nossos conceituados chefs”, diz Joachim Jacob, director de Food and Beverage do hotel, explicando que durante vários anos, os clientes habituais pediam para levar para casa o famoso mil-folhas, as travessas de sushi ou os canapés, chegando mesmo a contactar a equipa de catering do hotel para eventos privados. “Por isso pensámos: porque não oferecer isto e muito mais a todos os lisboetas? O fine dining do Ritz dentro das suas casas e escritórios em toda a cidade.” E assim aconteceu.

O serviço Ritz Delicatessen está disponível desde o início do mês, para pequenos-almoços, almoços e jantares – a Time Out experimentou-o cerca de 15 dias depois do início. Apesar de ser um take-away, o hotel pode organizar entregas em Lisboa mediante pedido de proposta. O caminho não era longo (do Ritz até à Avenida da Liberdade, 10) e chegou à redacção às 12.00 em ponto, a hora previamente combinada.

 

As sandes e wraps e os sumos em frasco de vidro
Fotografia: Inês Félix

 

Como viria embalado era a primeira questão, habituados que estamos às mochilas de motoboys das várias plataformas que existem em Lisboa. Mas veio uma equipa completa, do serviço de catering, com sacos de papel pardo resistentes e alças reforçadas. Lá dentro, caixas de plástico preto, bem fechadas, outras a imitar travessas de ardósia, sumos naturais em garrafas pequenas de vidro, talheres descartáveis e temperos variados.

 

Selecção de queijos e enchidos
Fotografia: Inês Félix

 

No menu, disponível para consulta online, encontra as categorias “pequeno-almoço” (com opções de pequeno-almoço continental a 28€ ou o americano a 48€), “canapés”, “refeições leves”, “sushi”, “pratos”, “plateaux repas” (caixas com refeições completas personalizadas), “sobremesas” e “bebidas”.

Provámos várias pratos da categoria “refeições leves”, como a salada de quinoa, com pimento, camarão e citrinos (20€) ou a de polvo, com pimentos, tomate, cebola e coentros (28€), os wraps de salmão fumado (22€) ou de frango (18€) e ainda a sanduíche em ciabatta com camarão e espinafres envoltos em maionese chipotle (22€). D’O Japonês, os combinados de sushi chegaram fresquinhos e com uma selecção variada (12 unidades, 17€) e nas tábuas a imitar ardósia, iguais às que transportaram os queijos e enchidos variados e que os nossos comensais consideraram até reutilizáveis para próximos eventos. 

 

Quatro saladas da categoria "refeições leves"
Fotografia: Inês Félix

 

Pode escolher também pratos mais compostos, como o robalo ao sal com amêijoas da Ria Formosa e molho Bulhão Pato (40€), o polvo à lagareiro (24€) ou a pintada com zimbro, cogumelos e pimenta da Tasmânia (28€) no capítulos das carnes. Se a ideia for mesmo ficar com todos os essenciais para uma jantarada, tem todo o couvert disponível: do pão de azeitona preta e rústico (4€) às manteigas, de citrinos (4€), trufa preta (5€) ou manteiga e alho (5€). Pode também encomendar frasquinhos de sal do mar (12€).

 

Combinado de sushi
Fotografia: Inês Félix

 

À redacção chegou ainda o menu Camões (37€), da categoria plateau repas, com uma salada de fregola, cogumelos, queijo feta, tomate seco e pinhões, o prato de bacalhau confit com bimi, frão e crumble de milho e o afamado mil-folhas do ritz em tamanho normal. 

Há toda uma selecção de pastelaria, com a assinatura do chef de pastelaria Fabian Ngyuen, para compor o pedido ou para pedir por si só, das tarteletes de chocolate e framboesas (8€) aos éclairs (8€), e uma selecção de miniaturas com macarons, pastéis de nata, tarteletes de limão e yuzu, financiers com confit de laranja e chouquettes (uma selecção de 20 unidades, 40€). Há também bolos inteiros (para oito pessoas), como o macarron de chocolate (40€) ou o exótico, com dacquoise de coco, mousse de chocolate branco e lima e confit de ananás (40€).

Se não se contentar com o take-away desta cozinha de autor, há a possibilidade de contratar o sushiman do hotel, Yukta, e a sommelier Gabriela Marques.

Como fazer o seu pedido

O menu está disponível online, no site próprio criado para a marca Ritz Delicatessen. Depois de escolher, pode fazer o pedido através de e-mail (ritz.delicatessen@fourseasons.com) ou por telefone (21 381 1418). É obrigatório encomendar com 24 horas de antecedência para encomendas até dez pessoas. Para um número mais elevado de comensais, exige-se a encomenda com 48 horas de antedecência.

O pagamento é feito no acto de levantamento da encomenda.

+ Restaurantes com take-away em Lisboa

Publicidade
Publicidade