Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Japão e Portugal voltam a encontrar-se à mesa do Sushi dos Sá Morais
Notícias / Comida

Japão e Portugal voltam a encontrar-se à mesa do Sushi dos Sá Morais

Sá Morais II
©Duarte Drago

A aventura começou na Rua Castilho em 2016. Três anos depois, a cozinha japonesa dos Sá Morais viaja até São Sebastião com novidades na carta, mas a premissa mantém-se: fazer do sushi bandeira sem esquecer o twist português.

As linhas são simples, sóbrias, flutuantes num espaço de pretos e brancos. As paredes são o retrato da identidade, uma mescla de motivos japoneses aportuguesados ou vice-versa, a denunciar o que do lado de lá do balcão se vai preparando. Estamos no Sushi dos Sá Morais II, o segundo espaço da casa que em 2016 trouxe a Lisboa o tradicionalismo japonês com recortes de sabor bem português.

A carta chegou com algumas alterações, nomeadamente na confecção de alguns dos produtos. Uma das grandes presenças no menu do primeiro, o Sá Morais à Vontade, dá agora lugar ao à Grande e à Japonesa (26€), um combinado de degustação que inclui uma selecção de pequenos pratos como o ceviche, o tártaro – alguns dos elementos mais premium da carta –, além de sushi e sashimi. 

 

Alguns dos elementos do Sá Morais, que combinam motivos portugueses e japoneses
Fotografia: Duarte Drago

 

"Fizemos algumas melhorias em relação ao primeiro, alterámos a confecção de algumas coisas que já existiam, por exemplo a salada de Primavera", começa por dizer Joana Carvalho Neto, uma das sócias do projecto, que justifica a nova abertura com o objectivo de chegar a mais pessoas. "Mas não queríamos afastar-nos muito porque não queremos perder qualidade." 

Da cozinha vão chegando outras apostas, num conjunto que inclui peixe branco, atum ou salmão, mas nem todas as peças são cruas. Joana justifica: "Mesmo quem não gosta de sushi tem sempre opções." Muitas vezes as pessoas pensam que ir ao sushi implica obrigatoriamente comer peixe cru, mas aqui há outras soluções que funcionam bastante bem como os hot rolls ou o ebi furai (7€)".

 

O ebi furai, tempura de camarão com maionese picante caseira
Fotografia: Duarte Drago

 

Há ainda salmão ou frango teriyaki (11€), o tori yakisoba (10€) ou o yasai yakisoba (10€). Nas especialidades de twist português, pode escolher entre o pica-pau de atum (12€), o salmão Sá Morais (12€), com ponzu de trufa, ou a salada de Primavera (8€), com salmão, abacate e pepino misturados com maionese de tougarashi. Mas a carta inclui ainda o edamame especial (5€), o feijão de soja salteado com azeite e alho se tornou um dos ícones da casa. Joana considera-o "uma presença obrigatória".

 

 

O Herói Xima, combinado de 32 peças
Fotografia: Duarte Drago

 

Contudo, a grande bandeira da casa continua a ser o sushi, e aqui as opções multiplicam-se. Dos temakis, como o sake (5€) ou o maguro (7€) aos uramakis – feitos com arroz por fora –, de salmão (4€), salmão creme (4,50€) ou maguro picante (4,50€). Dos hosomakis, como o spicy teka (4€) aos niguiris e aos sashimis.

 

 

O petit gateau caseiro do Sá Morais com caramelo salgado
Fotografia: Duarte Drago

 

O Sá Morais II conta ainda com o menu almoço de segunda a sexta-feira (13,50€), um combinado com entrada, sopa miso, 18 peças de sushi e sashimi e café. As sobremesas são todas feitas em casa. "É uma aposta nossa um pouco por insistência minha porque sou muito crítica nas sobremesas", explica Joana. Há petit gateau de chocolate (5€), panacota de matcha com frutos silvestres (4,50€), cheesecake de yuzu (4,50€) ou bola de gelado (3,50€).

Rua Latino Coelho, 50 (São Sebastião). 12.00–15.00, 20.00–23.00.

+ Os melhores restaurantes japoneses em Lisboa

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments