A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Palácio Nacional de Sintra
Palácio Nacional de SintraJardim da Preta

Jardim do Palácio Nacional de Sintra passa a ser gratuito

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

Os Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz reabrem com novas medidas de segurança e higiene, mas também com novas ofertas, como cafetarias de acesso livre e visitas gratuitas aos jardins.

A abertura dos parques e monumentos sob a tutela da Parques de Sintra, prevista para 18 de Maio com lotação reduzida e uso obrigatório de máscara, traz novidades. Além da inauguração de uma cafetaria de acesso livre no Palácio Nacional de Sintra, que daqui em diante passa a ter visitas gratuitas aos seus jardins, também a cafetaria e respectiva esplanada do Palácio Nacional de Queluz vão estar abertas a todas as famílias e não apenas aos portadores de bilhete.

“Nos jardins destes dois Palácios Nacionais, haverá momentos de animação para assinalar o Dia Internacional dos Museus, que será também comemorado com um Open Day, com visitas gratuitas em todos os parques e monumentos geridos pela Parques de Sintra”, lê-se em comunicado de imprensa sobre a programação para o dia de reabertura. “Este Open Day marca, ainda, a data em que a cafetaria com esplanada do Palácio Nacional de Queluz passará a ter um acesso livre e directo a partir do exterior. Esta nova oferta permitirá que a população local e os utentes diários da zona envolvente possam usufruir mais regularmente deste espaço, aberto todos os dias com serviço de refeições ligeiras e de pastelaria, localizado num terraço do Palácio com vista privilegiada para o Canal dos Azulejos e para os jardins.”

A partir de 18 de Maio, abrem-se assim, à fruição pública com acesso gratuito, os jardins do Palácio Nacional de Sintra, como o Jardim da Preta do Palácio Nacional de Sintra, que foi recentemente restaurado e constitui um miradouro natural sobre a Serra de Sintra e o centro histórico. Além da recuperação de todos os elementos decorativos do Jardim da Preta, desde as figuras de relevo de uma mulher negra lavadeira de roupa, que dá nome ao jardim, até à coluna torsa de estilo manuelino, destaca-se o reforço, bem como revisão da rede de drenagem, do contraforte, que se encontra ligado à antiga casa do jardineiro através de pequenos arcos e que apresentava problemas estruturais.

No mesmo dia, inaugura-se a cafetaria deste palácio, localizada na zona do Pátio do Leão, com entrada quer pelos jardins quer pelo interior do monumento (esta só para portadores de bilhete).“Este novo serviço de cafetaria, que também está preparado para acolher eventos, vem melhorar as condições de acolhimento deste monumento e enriquecer a experiência de visita a este local, proporcionando o usufruto mais prolongado do espaço.”

+ Faça um retiro de yoga de 40 dias em Ibiza, sem sair de casa

Últimas notícias

    Publicidade