Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Jardim Zoológico de Lisboa celebra Dia Mundial dos Primatas com várias actividades
Notícias / Vida urbana

Jardim Zoológico de Lisboa celebra Dia Mundial dos Primatas com várias actividades

dia mundial dos primatas
Carlos Nunes Gibão-de-mãos-brancas

Orangotango, gorila, chimpanzé, bonobo e humano: estes são os cinco grandes primatas, assim denominados por não possuírem rabo e estarem à frente dos seus “primos” macacos na escala da evolução. Mas, no Dia Mundial do Primata, todas as espécies deste grupo de mamíferos, dos símios aos prossímios, são celebradas pelo Jardim Zoológico de Lisboa, através de momentos de enriquecimento ambiental e encontros com biólogos.

O Dia Mundial do Primata celebra-se todos os anos a 1 de Setembro. Para assinalar a data, o Jardim Zoológico de Lisboa programou um fim-de-semana inteiro de desafios para os seus visitantes, que vão poder, por exemplo, competir com os chimpanzés numa simulação de caça às térmitas. Se já está a pensar o quão fácil vai ser resolver o problema, lembre-se: além de não ter prática em caçar térmitas, partilha 98% do seu ADN com os chimpanzés.

Para ir preparado, tome nota. No desafio de caça às térmitas, terá acesso a uma estrutura, composta por uma caixa de madeira com buracos. “Para chegar ao alimento, o animal, à semelhança do que aconteceria na natureza, tem de encontrar ou construir a ferramenta ideal para encaminhar o alimento até ao final do circuito da caixa”, explica o Jardim Zoológico de Lisboa em comunicado. Mas há mais.

Sabia, por exemplo, que o polegar oponível, que permite o uso de ferramentas, e as impressões digitais, que diferenciam os indivíduos entre si, são duas das características que distinguem os primatas dos restantes mamíferos? Poderá descobrir estas e outras curiosidades em encontros com biólogos e momentos de enriquecimento ambiental, onde vai poder observar as diferentes espécies e os seus comportamentos naturais enquanto procuram alimento, exploram as instalações e trabalham as relações dentro do grupo ou defendem o seu território.

As diferentes actividades propostas, a decorrer a 1 de Setembro, estão incluídas no preço do bilhete de entrada, que varia entre os 14,50€ (dos três aos 12 anos) e os 22€ (dos 13 aos 64 anos). As crianças com dois anos ou menos não pagam.

+ Seja um naturalista: passeios e workshops para respirar ar puro

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments