Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Seja um naturalista: passeios e workshops para respirar ar puro

Seja um naturalista: passeios e workshops para respirar ar puro

Sabia “que cada pedra, planta ou criatura/está viva e tem alma”? Abrace a natureza com estes passeios e workshops em Lisboa.

Mata da Machada
Mata Nacional da Machada
Por Raquel Dias da Silva |
Publicidade

A vida na cidade não tem de se resumir às manhãs com brunches da moda, a tardes intelectuais de roteiro literário ou a jantares prolongados com banda sonora. Para além da beleza celestial, também a natureza está disponível durante o ano inteiro, para meter as mãos na terra ou os olhos no céu.

Enquanto os responsáveis pelo urbanismo não encontram o ponto de equilíbrio entre a construção humana e os espaços verdes naturais, o desafio de conciliar a cidade e a natureza é de cada um de nós. Não precisa de começar a criar uma horta na varanda, nem de se tornar (muito menos do pé para a mão) guru do zero desperdício, mas passar mais tempo ao ar livre é remédio santo para vários males.

Em Lisboa, há tantos cursos zen para deixar de stressar, como passeios e workshops na natureza. Entre aulas de jardinagem, observações astronómicas e passeios botânicos ou micológicos, o difícil é escolher. Respire fundo (onde o ar for mais puro) e prepare a lista para o fim-de-semana ou para as próximas férias em família.

Recomendado: Os melhores parques e jardins em Lisboa

Para meter as mãos na terra

1
Parque Eduardo VII
©DR
Coisas para fazer

Lisboa Capital Verde

Lisboa, Lisboa

A 21 de Junho de 2018, Lisboa foi distinguida com o galardão de Capital Verde Europeia 2020. É a primeira vez que uma capital do Sul da Europa recebe a distinção. E são vários os espaços da cidade que já apanharam o comboio sustentável, com programações temáticas para celebrar o ambiente, do Museu de História Natural e da Ciência ao mundialmente famoso Oceanário de Lisboa. A agenda de eventos inclui festivais, aulas ao ar livre, workshops das mais variadas temáticas (como desenho e fotografia de natureza), actividades para comemorar dias especiais (como o Dia Mundial da Árvore e o Dia Mundial da Metereologia) e muito mais.

2
Jardim Zoológico de Lisboa
Fotografia: Jardim Zoológico de Lisboa
Coisas para fazer

Dia das Máscaras

Jardim Zoológico de Lisboa, Sete Rios/Praça de Espanha

Há novos habitantes no Jardim Zoológico de Lisboa. Com menos de dois meses, os quatro suricatas e uma zebra já podem receber visitas. Mas o Zoo convida-o a aparecer entre 22 e 25 de Fevereiro para aproveitar também as actividades programadas. Nos “Dias das Máscaras”, a camuflagem e outras estratégias de adaptação ao habitat vão ser desvendadas em diferentes actividades, como um ateliê de construção de máscaras de Carnaval e jogos didácticos, na zona de acesso livre ao Jardim Zoológico (10.00-18.00). Já no interior do Zoo, na Quintinha do Lidl, os mais pequenos vão poder escolher e “vestir” a sua máscara, no espaço de pinturas faciais (10.00-18.00), e participar em família em diferentes workshops gratuitos (10.00-12.00 e 14.00-16.00) para desvendar as estratégias de sobrevivência que estão por trás das cores e dos padrões de diferentes animais.

Publicidade
3
migrações
Fotografia: Jan-Niclas Aberle/ Unsplash
Coisas para fazer

Workshop “Na Rota das Grandes Migrações”

Jardim Zoológico de Lisboa, Sete Rios/Praça de Espanha

De borboletas a baleias, muitos animais procuram durante o ano locais com melhores condições e mais recursos. Sabia, por exemplo, que o Grou-do-japão percorre um longo caminho desde a China e da Rússia até ao norte da Coreia para invernar? Se migrar até ao Jardim Zoológico, poderá conhecer mais rotas deste género.

4
dia da criança
© Nuno Sá / Wild Wonders of Euro
Coisas para fazer, Aulas e workshops

Workshop “Iniciação à Fotografia da Vida Selvagem”

Jardim Zoológico de Lisboa, Sete Rios/Praça de Espanha

Fotografar animais selvagens nos seus habitats é, antes de mais nada, um exercício de paciência, mas é preciso  ter conhecimentos de comportamento animal para que se possa ter mais oportunidades de fotografar. Às vezes, um fotógrafo chega a passar horas para conseguir um único clique. E é preciso muita habilidade técnica para aproveitar este instante que, em alguns casos, não voltará a repetir-se tão depressa. No Jardim Zoológico, encontra um espaço privilegiado para tirar proveito da sua câmara fotográfica e este workshop teórico-prático (16 horas) vai ajudá-lo a dominar algumas técnicas.

Publicidade
5
plantar
Fotografia: Joshua Lanzarini/ Unsplash
Coisas para fazer

Mãos na terra – sementeira, plantação e colheita

Jardim Zoológico de Lisboa, Sete Rios/Praça de Espanha

Nesta oficina do Jardim Zoológico de Lisboa, a decorrer na Quintinha do Lidl, poderá colocar literalmente as mãos na terra para plantar sementes. O objectivo é aprender como proceder à plantação e colheita de algumas variedades de plantas de forma biológica em hortas urbanas ou até mesmo na sua varanda.

6
Jardim Zoológico de Lisboa
DR
Coisas para fazer, Aulas e workshops

Workshop “Biodiversidade: Educar para Conservar”

Jardim Zoológico de Lisboa, Sete Rios/Praça de Espanha

O Jardim Zoológico oferece uma oportunidade de formação complementar de carácter teórico-prático e presencial, destinada em exclusivo a um público adulto, nomeadamente estudantes e profissionais das áreas da Biologia, Educação Ambiental e relacionados, sob uma perspectiva principalmente orientada para a realização de jogos e actividades para aplicação em contexto educativo. Este workshop oferece ainda a possibilidade dos formandos integrarem a equipa de Educadores Ambientais de Programas Educativos para Escolas do Jardim Zoológico, dotando-os de ferramentas para trabalharem na área da Educação Ambiental.

Publicidade
7
Cultivar: As Hortas de Lisboa
©CML
Coisas para fazer, Exposições

Cultivar: As Hortas de Lisboa

Museu de Lisboa - Palácio Pimenta, Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

Na verdade não vai precisar de arregaçar as mangas e pôr as mãos na terra: só de visitar esta exposição do Museu de Lisboa que dá conta de um novo olhar sobre a importância das hortas urbanas como espaços onde se criam sentimentos de pertença, redes de entreajuda ou viagens a novos mundos sensoriais. Lisboa tem cada vez mais talhões para cultivar e aqui são abordados os temas da água e os trajectos de pessoas, plantas, sementes, ideias e práticas.

Para meter os olhos no céu

1
observatório astronómico de lisboa
Fotografia: Guillermo Ferla/ Unsplash
Coisas para fazer

Iniciação à Astronomia e Astrofísica

Observatório Astronómico de Lisboa, Alcântara

Equinócios, buracos negros, supernovas, planetas extrassolares, Big Bang e espectro eletromagnético são conceitos com os quais nos deparamos frequentemente mas nem sempre compreendemos. Neste curso, para maiores de 16 anos (frequência do 10.º ano), serão abordadas todas as áreas da Astronomia e Astrofísica, de forma ligeira mas cientificamente justificada, havendo também uma breve introdução ao uso prático de telescópios. Para mais informações, basta enviar e-mail.

2
Projector do Planetário Calouste Gulbenkian
©Planetário Calouste Gulbenkian
Coisas para fazer, Aulas e workshops

À Descoberta de Outros Mundos

Planetário Calouste Gulbenkian, Belém

A Agência Espacial Europeia lançou em Dezembro a missão Cheops, para caracterizar exoplanetas fora do nosso sistema solar e fornecer informações importantes sobre a natureza desses mundos extraterrestres distantes. Mas como são detectados se estão tão longe de nós? O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço convida os mais curiosos a descobrirem (quase) tudo numa observação astronómica no Planetário Calouste Gulbenkian. A sessão terá início com uma palestra às 21.30, seguindo-se um espectáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário. As observações astronómicas vão decorrer continuamente até às 00.00, se as condições meteorológicas assim o permitirem. Mas, apesar de o acesso ser gratuito, a participação nesta actividade querer uma inscrição online.

Mais actividades para naturalistas

dia da criança
Fotografia: Ashton Bingham/ Unsplash
Miúdos

Actividades ao ar livre para crianças em Lisboa

Está com vontade de explorar a cidade, mas anda com os miúdos de atrelado? Há propostas de coisas para fazer ao ar livre para si e para eles. Com o bónus, atenção, de o ajudar a tirar-lhes a energia sem dar cabo do orçamento. Desde jardins e parques para jogos em família até miradouros e roteiros de arte urbana para ver as vistas, estas sãos as melhores actividades ao ar livre para crianças em Lisboa e arredores. 

Santuário da Peninha
Fotografia: Ricardo Salvo
Coisas para fazer

Os melhores sítios para ver as estrelas em Lisboa

Custa admitir, mas tem de ser: é raro darmos conta da paisagem lá em cima, a não ser quando as notícias sobre fenómenos astronómicos pontuais – como chuvas de meteoros, eclipses e super luas – invadem as redes sociais. De repente, não há ninguém que não queira olhar para o céu, mas a beleza celestial está disponível o ano inteiro, com as suas estrelas, planetas, galáxias e cometas. 

Publicidade
Lima Escape Camping, Gerês
©DR
Hotéis

Nove parques de campismo em Portugal para dormir à luz das estrelas

Quando pensamos em acampar, a indecisão ataca entre enumerar os lugares bonitos onde o podemos fazer e entrar em pânico com a parte chata de ter de o fazer, como termos de andar com o papel higiénico atrás ou demorarmos dias a lavar o pó do corpo. Mas, a verdade é que passar férias num parque de campismo já não é o que era. Há cada vez mais e melhores opções. E são muitos os encantos em dormir no meio da natureza, do ar puro à oportunidade de adormecer com uma banda sonora natural

piscinas naturais em portugal
Fotografia: Claudia van Zyl/ Unsplash
Coisas para fazer

Piscinas naturais em Portugal para mergulhar na natureza

A praia e as piscinas de hotel não são a única opção se quiser dar uns mergulhos ou ir chapinhar com as crianças. As piscinas naturais, por exemplo, têm muitas vantagens e são mais abundantes do que se possa pensar. Fomos à procura das piscinas naturais em Portugal mais imperdíveis e partilhamos esta lista para o fazer sair de casa.

Publicidade