A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
dia da criança
Fotografia: Ashton Bingham/ Unsplash

Actividades ao ar livre para crianças em Lisboa

Não sabe como lhes tirar a energia sem ter de assaltar a carteira? Experimente estas actividades ao ar livre para crianças em Lisboa.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Está com vontade de explorar a cidade, mas anda com os miúdos de atrelado? Não precisa de desesperar, a sério. Há propostas de coisas para fazer ao ar livre para si e para eles. Com o bónus, atenção, de o ajudar a tirar-lhes a energia sem dar cabo do orçamento (sim, zelamos pela sua carteira como se fosse a nossa). Desde jardins e parques para jogos em família até miradouros e roteiros de arte urbana para ver as vistas, estas sãos as melhores actividades ao ar livre para crianças em Lisboa e arredores.

Recomendado: As melhores coisas para fazer com crianças este mês em Lisboa

Actividades ao ar livre para crianças em Lisboa

  • Coisas para fazer
  • Alcântara

Tem miúdos aventureiros e sem medo de esfolar os joelhos? Há vários parques em Lisboa onde os pode levar para andarem nas suas pranchas com rodas. Este, no Parque Natural de Monsanto, na Estrada de Montes Claros, é provavelmente o mais recente do país. Renovado e inaugurado no Verão de 2018, está dividido em três patamares, um dos quais com uma bowl (“piscina”), e tem obstáculos para todos os níveis de experiência. Melhor só a natureza envolvente, com muito espaço para outras actividades ao ar livre.

  • Coisas para fazer
  • Belém

Lisboa e o Tejo são eternos namorados e a zona ribeirinha de Belém é, por unir tão bem a cidade ao rio, um dos primeiros sítios a fazer “pop” na cabeça quando nos lembramos de corridas ao ar livre. A partir do Cais do Sodré, o Google Maps fala-nos em sete quilómetros, mais um pouco para se desviar de todos os veraneantes. A pé é um passeio com piada, mas a acelerar em duas ou mais rodas é ainda mais divertido. Só tem de convencer os miúdos a dar uso à bicicleta ou aos patins.

Publicidade
  • Atracções
  • Edifícios e locais religiosos
  • Grande Lisboa

Há passeios de burro (10€), todos os sábados de cada mês (às 10.00, 12.00 e 15.00), na Tapada de D. Fernando II, na cercania do Convento dos Capuchos, em Sintra. Além de ficarem a conhecer estes animais comilões, que não mordem nem dão coices (quando são bem tratados, claro), os miúdos têm a oportunidade de dar uma volta pela floresta, seguros pelos pais à guia. Se preferir, no Parque da Pena, há passeios a cavalo e de pónei todos os dias.

  • Coisas para fazer
  • Grande Lisboa

No centro de Almada, no Parque Comandante Júlio Ferraz, há um arco interactivo com brincadeiras para várias gerações. Ao todo, são nove jogos que tocam nas vertentes de dança, música, agilidade, velocidade, reflexos e cálculo matemático. O equipamento funciona com uma câmara de detecção de movimento e um tapete de actividades em relva sintética. A estrutura, que também está adaptada a pessoas com mobilidade condicionada, emite indicações ao utilizador através de dois altifalantes.

Publicidade
  • Atracções
  • Parques e jardins
  • Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

É impossível não reparar nos barcos a remos no lago do Jardim do Campo Grande, o antigo Campo de Alvalade do século XIX construído em estilo de Passeio Romântico. Cada exemplar tem capacidade para seis pessoas e o aluguer custa entre 5 e 8€. Depois de um passeio em família podem aproveitar para dar umas raquetadas no campo de padel ou esperar que as crianças esgotem todas as energias no parque infantil.

  • Coisas para fazer

Estes parques caninos em Lisboa são, de facto, para os cães, mas os donos (até os mais pequenos) também podem fazer exercício. Como? Dê a responsabilidade aos miúdos de treinarem o seu melhor amigo nos obstáculos de agilidade, ora nas rampas para percorrer, ora nas barras para saltar, sem esquecer o desafio dos postes para contornar. A isto junte uma bola e, no fim, uma caminhada acelerada de meia hora. Não tem de quê.

Publicidade
  • Atracções
  • Atracções turísticas

Não estamos a brincar quando dizemos que Lisboa é uma das cidades europeias com mais miradouros. Todos com vistas espectaculares sobre os telhados da cidade, os monumentos mais imponentes e os locais mais emblemáticos. Para os percorrer a todos, precisa de uma boa dose de energia. Como os miúdos a devem ter para dar e vender, basta pedir um pouco emprestada e rezar para que as vistas os sosseguem. O melhor é que não tem de pagar por isso.

  • Coisas para fazer

Usar a desculpa das colinas da cidade para deixar as duas rodas estacionadas já não cola. Muito menos vale a pena dizer que é difícil encontrar uma solução de mobilidade urbana para passeios amigos do ambiente. Basta procurar uma das muitas marcas de trotinetas: custa 1€ para desbloquear e 15 cêntimos por minuto e faz-se como de costume, através de uma aplicação. É certo que precisa de pedalada para circular por Lisboa, mas é improvável que os miúdos vetem a ideia e, se a o objectivo é cansá-los, está num bom caminho.

Publicidade
  • Coisas para fazer

Vhils, Bordalo II, Akacorleone, ±MaisMenos± e Tamara Alves são apenas cinco dos muitos artistas responsáveis por tornar Lisboa mais colorida ou irreverente. Por isso, se estava a pensar levar os miúdos a ver uma exposição de arte, aproveite o facto de a cidade ser cada vez mais um museu a céu aberto e vá à descoberta das mais belíssimas obras de arte urbana, desde um lince ibérico de dimensões titânicas na Gare do Oriente até um mural de azulejos no Jardim Botto Machado.

  • Desporto
  • Basquetebol
  • Lisboa

O polidesportivo do Campo Mártires da Pátria, usado sobretudo por fãs de basquetebol, é uma galeria a céu aberto. Intervencionado pelo artista urbano Akacorleone, chama-se “Balance” e apresenta tabelas de basket e pavimento colorido, com uma pessoa de cada lado do recinto, mas também balizas de futsal. A obra tem as dimensões de 14 por 25 metros e foi realizada com recurso a tinta de esmalte antiderrapante e endurecedor. Perfeito para os miúdos andarem a pular e a correr, até porque o campo está aberto todos os dias entre as 07.00 e as 22.00.

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Eventos alimentares

Piquenicar em Lisboa é a forma ideal de fugir da cidade sem chegar a sair dela. É pegar, meter na cesta e estender a toalha nesses hectares relvados jardins fora. Para as crianças, uma boa opção é o Jardim da Cerca da Graça, um segredo mal guardado à vista de todos. O maior espaço verde de acesso público da zona histórica de Lisboa tem um pomar, três miradouros, uma zona com parque de merendas – se quiser sentar-se à mesa – e um parque infantil. Se preferirem, também dá para andarem à solta, a correr, a dar toques na bola ou a jogar ao lencinho com a família – é só uma ideia.

Mais coisas para fazer ao ar livre

  • Coisas para fazer

Além da beleza celestial, também a natureza está disponível durante o ano inteiro, para meter as mãos na terra ou os olhos no céu. Entre aulas de jardinagem, observações astronómicas e passeios botânicos ou micológicos, o difícil é escolher. Respire fundo (onde o ar for mais puro) e prepare a lista para o fim-de-semana ou para as próximas férias em família.

Três passeios na natureza para ir com a família
  • Viagens

A Primavera anda a brincar às escondidas e agora que chegámos àquela fase transitória em que é perfeitamente aceitável sair de casa de camisola de gola alta e sandálias, é também altura de começar a pensar em programas ao ar livre. Nestes parques que sugerimos encontra entretém para todas as idades e programação para um dia inteiro de passeio. Agarre na mochila, calce os ténis, prepare as pernas e venha daí.

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade