Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right K-pop, o fenómeno chegou a Lisboa

K-pop, o fenómeno chegou a Lisboa

Publicidade

Pode ser uma coisa de nicho, mas é um nicho que se alarga e qualquer dia nos apanha a todos. É melhor estar preparado

“Esgotado”. Foi assim o último workshop de dança k-pop no Museu do Oriente. E esgotado foi também como esteve o concerto dos Ateez, banda de pop sul-coreana que veio tocar ao Lisboa ao Vivo no início de Abril. Este género musical pode ainda ser uma coisa de nicho, que habita os ouvidos (e os músculos, já lá vamos) de uma imensa minoria. Mas qualquer dia vamos ser chamados a dar boleia a um sobrinho até um concerto lotado de k-pop e devemos estar preparados.

Primeira questão: o que é k-pop? É música pop sul-coreana interpretada por umas boy bands e girl band cujas coreografias complexas e telediscos exuberantes se sobrepõem, quase sempre, aos dotes vocais. À primeira vista, parece que estamos a assistir ao regresso da época dourada das boy bands dos anos zero – mas vindo de um continente diferente. Bandas como Ateez, BTS, Super Junior ou Wonder Girls não aparecem nos nossos media mainstream – tal como, aliás, tudo o que são grandes nomes da cultura pop juvenil de hoje em dia. Mas são um êxito tremendo nas redes sociais.

Se quer conhecer este fenómeno, marque na agenda: no Museu do Oriente a coreógrafa e bailarina Sunbee Han ensina a coreografia da canção “Dalla Dalla”, da girl band Itzy, nos dias 2 e 4 de Maio. Corra para os bilhetes porque, já se sabe, eles esgotam. 

+ Coisas para fazer em Lisboa em Maio

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade