A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Alexanderplatz
Stephanie Kulbach‘Berlin Alexanderplatz’, de Burhan Qurbani

KINO passa todos os filmes para a Filmin

A Mostra de Cinema de Expressão Alemã, que arranca na próxima quinta-feira, respondeu ao novo confinamento transferindo a programação para a plataforma de streaming.

Por Eurico de Barros
Publicidade

A 18.ª edição da KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã, promovida pelo Goethe-Institut Portugal, era para se realizar entre os dias 21 e 28 de Janeiro, dividindo-se entre exibições online e no Cinema São Jorge, em Lisboa. Mas o novo confinamento obrigou a que cingisse apenas à plataforma Filmin Portugal, onde será exibida integralmente, mantendo as mesmas datas de exibição.

Nas várias secções do certame (Visões, Perspectivas e Documentários) poderão ser vistos filmes como a nova adaptação actualizada do livro de Alfred Döblin Berlin Alexanderplatz, de Burhan Qurbani; a comédia social Futur Drei, de Faraz Sharaz; o western contemporâneo feminista Flatland, de Jenna Cato Bass, uma co-produção entre a Alemanha, o Luxemburgo e a África do Sul; My Little Sister, um drama íntimo das suíças Stéphanie Chuat e Véronique Reymond, com Nina Hoss e Lars Eidinger; a tragicomédia Sag Du Es Mir, de Michael Fetter Nathansky; ou o documentário Becoming Black, de Ines Johnson-Spain.

Será mantida a atribuição do Prémio do Público, que abrange as primeiras e segundas longas-metragens vistas na Kino. A votação acontecerá também na Filmin.

Todos os filmes podem ser vistos na Filmin pelos subscritores desta plataforma ou pela compra de bilhetes individuais (3,50€) aqui. A programação completa pode ser consultada no site do Goethe-Institut.

+ Netflix agiganta-se e estreia um filme por semana em 2021

+ TVCine arruma a casa com novo serviço on-demand

Últimas notícias

    Publicidade