A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Lisboa
Fotografia: Nicole Reyes/ UnsplashLisboa

Lisboa está entre os três melhores destinos para escapadinhas laborais

A capital portuguesa é considerada o terceiro melhor destino do mundo para trabalhadores que querem viajar sem descurar os compromissos profissionais.

https://media.timeout.com/images/105796494/image.jpg
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Se está a precisar de uma mudança de cenário, mas o trabalho não pode parar, está na hora de pensar em fazer uma escapadinha laboral. É o que propõe a plataforma de alojamento local Holidu, que resolveu criar um “Workation Index”, com os dez melhores destinos do mundo para ir de férias sem descurar os compromissos profissionais. Lisboa conquistou o terceiro lugar no mundo, o primeiro na Europa.

O conceito não é novo. Afinal, já existiam nómadas digitais antes da pandemia. Mas agora há cada vez mais profissionais que, não sendo independentes, optam pelo trabalho remoto ou flexível a longo ou curto prazo. É por isso que as escapadinhas laborais – workations em inglês, numa conjugação de trabalho (work) e férias (vacations) – são cada vez mais uma opção viável. A ideia é viajar para um novo destino e trabalhar a partir daí, pelo menos durante parte da estadia.

“Não se trata exactamente de umas férias à séria, daquelas em que se pode começar a beber cocktails às 11 da manhã, uma vez que ainda há e-mails por responder e tarefas para completar. Mas sempre aproveita uma mudança de cenário e a oportunidade de relaxar longe de casa fora do horário de trabalho”, lê-se na lista da Holidu, que considera Bangkok o melhor destino do mundo para uma escapadinha laboral. Embora a Internet não seja propriamente rápida, a capital da Tailândia não só tem um número impressionante de spots com wi-fi gratuito como o custo de vida é um dos mais acessíveis do mundo.

No top 3, encontram-se ainda Nova Deli, na Índia, e Lisboa, em Portugal. Considerada “a casa do delicioso pastel de nata, de vinho bom e barato e de uma energia vibrante”, a capital portuguesa é a primeira cidade europeia a aparecer na lista. Além do acesso facilitado a uma série de praias, perfeitas para um mergulho no início da manhã ou no final da tarde, a Holidu destaca o facto de um táxi custar apenas o equivalente a 0.40£ (cerca de 0.47€) por quilómetro.

Segundo a plataforma de alojamento local, as cidades foram classificadas de acordo com uma série de factores importantes na hora de escolher um destino de férias com condições para trabalho remoto, incluindo a média de horas de sol, o número de coisas para fazer com avaliação de pelo menos quatro estrelas, o custo mensal de um T1, bem como de beber após o trabalho, e a velocidade do wi-fi.

+ Lisboa eleita um dos melhores lugares para se trabalhar e viver

+ Leia já, grátis, a edição digital da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade