A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Lisboa tem cinco freguesias com metro quadrado acima dos 3500 euros

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

No terceiro trimestre do ano passado, 42 municípios portugueses apresentaram um preço mediano de venda de habitação superior ao valor nacional. Lisboa registou o preço mediano de alojamentos familiares mais elevado do país (2877€/m²) e o maior crescimento face ao período homólogo (24,3%).

O preço mediano de alojamentos familiares, registado em Portugal no terceiro trimestre de 2018, foi 984 €/m2, um aumento de 1,5% relativamente ao trimestre anterior. Cinco das 24 freguesias de Lisboa registaram preços de venda de alojamentos superiores a 3500€ por metro quadrado (m²), quando no trimestre anterior eram apenas três, alertou esta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

As estatísticas de preços da habitação ao nível local têm periodicidade trimestral e – para as cidades com mais de 200 mil habitantes, como Lisboa e Porto – apresentam valores por freguesia. Na capital, as freguesias de Avenidas Novas (3565€/m²) e Estrela (3540€/m²) passaram a ter preços medianos de venda de alojamentos superiores a 3500€/m², juntando-se a Santo António (4532€/m²), que inclui a Avenida da Liberdade e áreas adjacentes; Misericórdia (3998€/m²), que abarca a área do Bairro Alto e do Cais do Sodré; e Santa Maria Maior (3825€/m²), onde fica o Castelo, a Baixa e o Chiado.

“À semelhança de trimestres anteriores, a Área Metropolitana de Lisboa apresentou a maior diferença entre o preço de alojamentos novos e o de alojamentos existentes (388€/m²)”, sublinhou ainda o INE.

Em comparação com o segundo trimestre de 2018, a freguesia de Santo António mantém o preço mediano da habitação mais elevado entre as freguesias lisboetas, bem como acima do valor de Lisboa (2877€/m²) e taxas de variação, face ao período homólogo, mais expressivas que a verificada na cidade (24,3%) – à semelhança das freguesias de Arroios, Avenidas Novas, Estrela, Belém e Campo de Ourique.

As freguesias lisboetas que apresentaram preços medianos e taxas de variação inferiores aos da cidade foram Santa Clara, Areeiro, São Domingos de Benfica, Carnide e Lumiar. Santa Clara destaca-se ainda como a freguesia com o menor preço mediano (1909€/m2), enquanto o Parque das Nações é a única freguesia com uma evolução negativa do preço da habitação face ao período homólogo.

Para além da divulgação das estatísticas de preços da habitação a nível local, foi também actualizada a informação disponível na plataforma interactiva Preços da habitação nas cidades, que permite a consulta dos preços medianos de venda de alojamentos familiares (€/m2) ao nível da secção estatística e quadrícula 500mx500m, nas cidades com mais de 100 mil habitantes: Lisboa, Porto, Vila Nova de Gaia, Amadora, Braga, Funchal e Coimbra.

+ Ainda não foram aprovados os contentores para o Martim Moniz

+ Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email

Últimas notícias

    Publicidade