A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Lisboa vai instalar 200 câmaras de videovigilância

Por Renata Lima Lobo
Publicidade

Cais do Sodré, Bairro Alto, Santa Catarina e Parque das Nações passarão a ser algumas das zonas mais vigiadas da cidade.

"Espero lançar tão depressa quanto possível, julgo que ainda seja este semestre”. O desejo é de Miguel Gaspar, vereador da Mobilidade e da Segurança, expresso esta quarta-feira na reunião pública da Câmara Municipal de Lisboa, referindo-se ao complexo procedimento para instalar 200 câmaras de videovigilância em vários locais da cidade.

Na reunião do executivo, o vereador adiantou que só a zona do Cais do Sodré iria ter 16 câmaras instaladas, mas em declarações à Lusa afinal serão apenas dez nessa área. 16 é o número de zonas que vão receber os equipamentos. Entre as mais emblemáticas estão Cais do Sodré, Bairro Alto, Santa Catarina e Parque das Nações.

As zonas prioritárias para a implementação de um sistema de videovigilância foram identificadas por um estudo da Polícia de Segurança Pública (PSP) feito a pedido do município à direcção nacional da PSP. Para dia 1 de Março está agendada uma reunião com esta força de segurança para confirmar a disposição das câmaras. A proposta ainda terá de passar pelo crivo do Ministério da Administração Interna (MAI) e da Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) e só depois é que se poderá lançar um concurso público. "Não há um caminho mais curto", lamentou Miguel Gaspar durante a reunião.

+ Metro abre (novo) concurso para acabar obras em Arroios

+ Câmara vai dar prémios a quem ajudar a melhorar o espaço público

Últimas notícias

    Publicidade