Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right MAAT celebra três anos com visitas, oficinas e concerto de Legendary Tigerman
maat
©Manuel Manso

MAAT celebra três anos com visitas, oficinas e concerto de Legendary Tigerman

Publicidade

O dia 5 de Outubro não celebra apenas a Implantação da República – o MAAT faz anos nessa data e para comemorar o seu terceiro aniversário terá um fim-de-semana de portas abertas com visitas às exposições, oficinas para a família e até um concerto de Legendary Tigerman. Tudo entre 4 e 6 de Outubro e de entrada gratuita.

O museu, que recentemente viu Beatrice Leanza assumir o cargo de directora, apaga as velas com festa rija e com horário alargado na sexta e sábado até às 21.00. A celebração arranca logo na sexta-feira, dia 4, com um concerto de Legendary Tigerman às 19.00 na Sala dos Geradores. Os bilhetes são levantados no próprio dia entre as 17.00 e as 19.00, sendo que a sala é limitada a 250 pessoas.

Ainda no dia 4, o MAAT recebe quatro novas exposições para poder visitar gratuitamente ao longo dos dias de festa. A artista Angela Bulloch concebeu uma instalação site specific para a Galeria Oval do museu – “Anima Vectorias” é um projecto de trabalhos de vídeo com animações 3D e dispositivos de realidade virtual (até 20 de Abril de 2020). A propósito da Trienal de Arquitectura de Lisboa, o MAAT recebe a mostra “Economia de Meios” (até 13 de Janeiro de 2020).

João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira pensaram “Ama como a Estrada Começa” (até 20 de Abril de 2020) para a Project Room, uma reflexão sobre espaços de controlo e dissidência dos corpos. “Dreamers Never Learn” de Vasco Barata transforma o espaço expositivo numa instalação em que os visitantes são imersos num ambiente urbano semi-abandonado (até 27 de janeiro de 2020).

No dia 5, o dia do aniversário, as festividades começam mais cedo com uma oficina para famílias de construção de carrinhos solares (11.30), seguida de uma visita à exposição “Playmode”, às 12.00. Às 15.00, está programada uma visita pela central eléctrica, o chamado Percurso Monumental, e logo depois decorre uma sessão que estará nas mãos da Oficina do Cego (15.30). 

Entre as 16.00 e as 18.00, acontece o Festival de Curtas Metragens sobre Arquitectura e, logo a seguir, Alice Joana Gonçaleves e Daddy G. estão responsáveis por uma live performance entre as 17.00 e as 19.00. O dia fecha com um cine-concerto de Legendary Tigerman do filme How to Become Nothing, de Pedro Maia, seguido de uma conversa com o músico, com Rita Lino e José Pedro Cortes (19.00). 

O dia 6 de Outubro começa com uma sessão de conto das Estórias com Asas “E Se, de Repente Tudo Fosse ao Contrário?” (11.00) e à tarde pode levar os miúdos consigo à oficina Não Acordes o Dragão, na Central Tejo (15.00). A propósito da exposição “Playmode” às 15.30 decorre uma oficina criativa acerca da mostra. 

Mais tarde, às 16.00, a artista Isabel Costa leva avante a performance Salão para o Século XXI, ao mesmo tempo que os visitantes são desafiados a conhecerem as zonas da Central Tejo habitualmente fechadas ao público numa visita chamada Percurso Secreto (16.00). Para as 16.30 está agendada uma visita orientada à exposição “Anima Vectorias”, de Angela Bulloch. 

O fim-de-semana termina em apoteose com uma edição especial do out jazz, a partir das 17.00, com um belo pôr-do-sol à beira-rio. 

As entradas no museu são gratuitas ao longo dos três dias, sendo que para as actividades terá de se inscrever, no próprio dia, por ordem de chegada (visitar.maat@edp.pt).

MAAT- Avenida Brasília. 4, 5 e 6 de Outubro. Entrada livre.

Museu de Lisboa volta a abrir as Galerias Romanas para três dias de visitas

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade