Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Mais de 200 eventos fazem a festa dos 25 anos de Sintra como Património Mundial
Sintra
Fotografia: Chris Barbalis/ Unsplash Palácio da Pena em Sintra

Mais de 200 eventos fazem a festa dos 25 anos de Sintra como Património Mundial

Publicidade

Sintra foi o primeiro sítio na Europa a ser reconhecido pela UNESCO como “Paisagem Cultural”, a 6 de Dezembro de 1995. 25 anos depois, assinala-se a data com mais de duas centenas de eventos, desde recriações históricas, festas e feiras populares até exposições, conferências, concertos e peças de teatro.

A apresentação do programa de comemoração dos “25 anos da elevação de Sintra a Património Mundial” aconteceu na última sexta-feira, 17 de Janeiro, no Palácio Nacional de Queluz. Música, teatro, dança, exposições, cinema, recriações históricas, festas e feiras, conferências e debates: são muitas as propostas da autarquia que prometem marcar o ano de 2020.

“Vamos a todas as freguesias do concelho para que todos possam participar nas comemorações dos 25 anos da elevação de Sintra a Património Mundial”, afirma em nota da autarquia o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta. “Trata-se de continuar a estratégia de levar a cultura a todos, servir culturalmente as pessoas.”

Entre os inúmeros eventos culturais planeados, destacam-se, de acordo com a Parques de Sintra, também responsável pela organização, “mais de 100 momentos musicais, mais de 70 peças de teatro, 20 dias de criações históricas, 12 eventos de festas e feiras populares, uma dezena de conferências e oito novas exposições”.

Além de uma exposição com curadoria de Victor Reis, que irá reunir obras sobre o concelho em diferentes períodos da história, a organização anunciou também a criação do Roteiro das Fontes Históricas de Sintra, que se inicia a 14 de Fevereiro e prevê passagens pelas fontes de São Pedro, Sabuga, Pipa e Mourisca.

Durante as comemorações dos 25 anos da classificação como Património Mundial, todos os museus municipais têm entrada gratuita. O objectivo da autarquia, que prevê que cerca de três milhões de pessoas participem na iniciativa, é “mostrar a diversidade das manifestações culturais do concelho, onde vivem mais de 400 mil pessoas, e simultaneamente reafirmar a riqueza do património concelhio e a sua inquestionável marca na história local, nacional e mundial”.

+ Sintra está entre as 101 maravilhas do mundo da revista Lonely Planet

+ Três trilhos para descobrir a Serra de Sintra

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade