Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Mais espaço, menos lugares: as novas carruagens do Metro de Lisboa serão assim
Notícias / Vida urbana

Mais espaço, menos lugares: as novas carruagens do Metro de Lisboa serão assim

Novas carruagens do Metro
Metro de Lisboa

Novas carruagens do metro, que começam a ser entregues em 2022, vão ser distintas das actuais. Contrato assinado este fim-de-semana prevê a entrega de 42 novos equipamentos e de novos sistemas de sinalização e comunicação.

Os primeiros novos comboios do Metropolitano de Lisboa deverão entrar em circulação em 2022. A empresa assinou este fim-de-semana um contrato para a aquisição de 14 unidades triplas de material circulante (42 carruagens) que deverão ser entregues faseadamente pela Stadler Rail Valencia/ Siemens até 2023. No acordo, está prevista também a instalação de um novo sistema de sinalização ferroviária, num investimento total de 115,5 milhões de euros.

De acordo com o jornal Público, a proposta prevê que a primeira unidade tripla (três carruagens) seja entregue na segunda metade de 2022 e que a última fique disponível até 2023. O antigo sistema de comunicação, o Communications-Based Train Control, que é datado dos anos 1970, será substituído por um que permitirá um controlo do movimento dos comboios permanente e um aumento da sua frequência.

 

As composições perdem lugares sentados e passam a ter apenas assentos laterais
Metro de Lisboa

 

A par deste investimento, o metro anunciou em Janeiro que irá renovar os bancos das carruagens actuais com cortiça. Os bancos azuis das composições serão todos substituídos até ao final de 2020. Este revestimento, que já havia sido colocado, em 2013 em seis carruagens da frota, será agora extensível a todo o material circulante. A escolha do novo revestimento, mais amigo do ambiente e de origem nacional, coincide com a Lisboa – Capital Verde Europeia.

Esta terça-feira, contudo, o Metropolitano de Lisboa divulgou no Facebook imagens do projecto das novas carruagens. O seu interior será mais espaçoso, com a disposição dos assentos encostados às janelas. Os bancos, esses, parecem idênticos aos das composições que estão actualmente em circulação. Em resposta à Time Out, a empresa esclareceu que "os bancos previstos para esta nova geração de material circulante serão revestidos de materiais sintéticos anti-inflamáveis, laváveis e antivandalismo, concebidos de forma ergonómica para maior conforto dos clientes". 

 

As primeiras unidades triplas chegam no segundo semestre de 2022
Metro de Lisboa

 

No Facebook, um utilizador questionou o Metropolitano sobre a cor dos bancos. “Não deviam ser de cortiça para seguir a lógica da renovação das actuais carruagens?”, escreveu. A empresa esclareceu apenas que as imagens “são parte de uma maqueta da proposta de um concorrente” e que “ a configuração final será desenvolvida durante o projecto”.

Notícia actualizada às 10.58 de 12 de Fevereiro, com o esclarecimento do Metro sobre os bancos das novas carruagens.

+ Assentos do metro serão revestidos a cortiça

 

Publicidade
Publicidade