Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Metro de Lisboa renova bancos de carruagens com cortiça
Notícias / Vida urbana

Metro de Lisboa renova bancos de carruagens com cortiça

Oficinas do Metro
Duarte Drago

Prepare-se para dizer adeus aos bancos azuis do Metro de Lisboa: a empresa de transportes anunciou esta quarta-feira, 8, que vai começar agora a renovação dos bancos das carruagens de toda a frota. O tecido será substituído por cortiça. 

O contraste entre o vermelho dos bancos e o azul do tecido vai mudar – até ao final de 2020, toda a frota será renovada nas oficinas do Metropolitano de Lisboa com várias carruagens a serem equipadas semanalmente. A escolha do novo revestimento, mais amigo do ambiente e de origem nacional, coincide com a bandeira que Lisboa acolhe este ano de Capital Verde Europeia. 

Os novos bancos são formados por um compósito de cortiça, e têm um custo inferior aos de tecido e de mais fácil manutenção e limpeza. A durabilidade do material está estimada em 15 anos, também superior à actual. 

“Com os novos bancos, mais ergonómicos e resistentes, as carruagens do Metro vão receber este material natural, que é nacional e amigo do ambiente, cumprindo os requisitos de emissão de fumos e gases tóxicos, conferindo ao interior das carruagens um aspecto rejuvenescido e totalmente modernizado”, pode ler-se num comunicado da empresa. 

É provável até que já tenha deitado o olho a esta mudança – o Metro já disponibilizava, desde 2013, em seis das suas carruagens, cerca de 200 bancos de cortiça.

+ Tudo a tirar a roupa: está na hora de andar no Metro sem calças

Publicidade
Publicidade