A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Venga Venga
Ana Viotti

Maus Hábitos abre espaço em Lisboa já em Janeiro

No interior do Selina Secret Garden nasce um projecto da gerência do espaço do Porto. A inauguração é já no próximo dia 15.

Escrito por
Joana Moreira
Publicidade

A casa portuense Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural começa 2022 com uma expansão. O quarto andar na Invicta que junta música, arte, comida e festa vai inaugurar um espaço em Lisboa. “Com a estrutura central e programação musical do Maus Hábitos, a curadoria e programação artística da Saco Azul e o menu mediterrânico e carta de cocktails de autor do Vícios à Mesa Porto, pretendemos assim levar o modelo desenvolvido e consolidado ao longo de anos no quarto andar mais inovador e interventivo do Porto para novos territórios”, lê-se em comunicado, que anuncia Lisboa e Vila Real como os destinos dos novos projectos. 

Na capital, o espaço abre portas já no próximo dia 15 de Janeiro, no interior do Selina Secret Garden, um cowork com espaço de restauração e um terraço com vista sobre a cidade, perto do Cais do Sodré. O espaço receberá “esta faceta do Maus Hábitos: a gastronomia e coquetelaria de autor, aliada a uma agenda musical e artística, com concertos e DJ Sets”, revela o mesmo documento. 

A programação já anunciada inclui um ciclo de concertos “exploratórios e experimentais” de improvisação musical no dia 15, às 21.00. Chama-se Oscilador Gráfico. Miguel Caravalhais e Henrique Fernandes darão som ao trabalho gráfico de Serafim Mendes, neste projeto que é financiado pelo programa Garantir Cultura, com a organização e direção artística da Saco Azul e Maus Hábitos. No dia 19, é tempo de receber a dupla Venga Venga. Ricardo Don e Denny Azevedo darão um concerto às 19.00 no espaço Vícios à Mesa Lisboa. Ao longo do mês, a programação é complementada por outros concertos e DJ Sets - Nuno Rabino, DJ Dingo ou Radio Safari são alguns dos nomes que passarão pela cabine. 

Selina Secret Garden. Beco do Carrasco, 1 (Santos)

+ O Sol da Caparica passa a durar cinco dias em vez de quatro

+ Leia a edição desta semana da Time Out Portugal
 

Últimas notícias

    Publicidade