A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

“Midsommar” vai ser exibido no MOTELX em Setembro

Por Eurico de Barros
Publicidade

O filme de terror-sensação deste ano, Midsommar, de Ari Aster (Hereditário), é exibido na edição deste ano do MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, que acontece de 10 a 15 de Setembro. 

Em Midsommar, um jovem casal, Florence Pugh e Jack Reynor, vai passar umas férias à Suécia com uns amigos, e acaba numa comunidade que vive no interior do país e se dedica a rituais pagãos. Muito aplaudido pela crítica nos EUA e em Inglaterra, Midsommar foi classificado por Peter Travers, da Rolling Stone, como “o melhor filme de terror já filmado à luz ofuscante do sol”, e está a ser comparado ao clássico de culto absoluto The Wicker Man (O Sacrifício), de Robin Hardy (1973). O realizador Ari Aster estará no MOTELX como convidado do festival.

Outros filmes já confirmados para esta 13ª edição do MOTELX são Rabid, de Jen e Sylvia Soska, um remake do filme homónimo de 1977 de David Cronenberg; The Golden Glove, de Fatih Akin; The Lodge, de Veronica Franz e Severin Fiala; ou The Quake, de John Andreas Andersen. 

Assinalando os 40 anos de Alien – O Oitavo Passageiro, de Ridley Scott, o festival passa esta obra-prima da ficção científica de terror numa cópia 4K restaurada, bem como o documentário Memory: The Origins of Alien, de Alexandre O. Philippe. No dia 13 de Setembro, haverá também uma sessão especial com Sexta-Feira 13, de Sean S. Cunningham.

No capítulo do cinema português, e além da já tradicional competição de curtas-metragens nacionais, poderemos ver Faz-me Companhia, de Gonçalo Almeida (vencedor daquela secção em 2017), e na secção Quarto Perdido, O Construtor de Anjos, de Luís Noronha da Costa (1978), e Rasganço, de Raquel Freire (2001). E a brasileira Gabriela Amaral Almeida trará ao festival o seu thriller em família A Sombra do Pai.

+ Os 100 melhores filmes de terror de sempre

Últimas notícias

    Publicidade