Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Mil Pássaros: um projecto comunitário que agora é uma exposição virtual com origamis
projecto mil pássaros
Silvia Maria Mareca Lopes

Mil Pássaros: um projecto comunitário que agora é uma exposição virtual com origamis

Publicidade

Começou como uma iniciativa escolar para passar a ser de todos. O projecto Mil Pássaros, uma iniciativa da Capital Verde Europeia, abriu o desafio nas redes sociais a qualquer pessoa interessada em construir pássaros em papel. O resultado é apresentado a partir desta segunda, 1 de Junho, numa exposição virtual.

Parte do programa educativo da Capital Verde Europeia, o projecto Mil Pássaros, Mil Lugares em Lisboa desafiava a comunidade escolar e respectivas famílias a construir pássaros em papel, que depois seriam integrados numa instalação colectiva – a “Constelação Artístico-Educativa Mil Pássaros”. Com a pandemia, o projecto ficou parado mas a Companhia de Música Teatral decidiu reinventá-lo e transferi-lo para o Facebook, de forma a abrir o desafio a todos.  

Cada participante pegou num pedaço de papel ou noutros materiais – cartão, tecido ou pedaços de desperdício doméstico recicláveis – para construir o pássaro partilhando-o depois na página do evento com as hashtags #milpássaros e #umdesejocomum. O design escolhido foi o orizuru, um clássico dos origamis, que representa o famoso grou-da-manchúria.

A ideia era que fossem feitos pelo menos mil destes pássaros para alertar para a importância da sustentabilidade ambiental. Reza a lenda e a cultura tradicional japonesa que um desejo se torna realidade quando alguém faz mil orizurus, tornando estes pedaços de papel num símbolo de paz e de um mundo mais harmonioso. 

O desafio superou expectativas, podendo agora o bando ser visto nesta galeria virtual comunitária. Brevemente será anunciado um espectáculo e uma instalação que conta com os contributos de todos os alunos e professores que participaram neste projecto ao longo deste ano lectivo. 

+ Leia aqui a edição gratuita da Time In desta semana

+ Qual o futuro da cultura? Há respostas num festival com Vhils, Salvador Sobral e a Ministra da Cultura

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade