A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Monumental vai manter uma sala de cinema após as obras

Por Sebastião Almeida
Publicidade

A Medeia de Paulo Branco anunciou que a sala principal do Monumental continuará em funcionamento depois de concluídas as obras de remodelação do edifício. 

As obras no Monumental já começaram, mas ao contrário do que tinha sido anunciado pela Medeia Filmes, os cinemas geridos e programados pelo produtor Paulo Branco deverão manter-se no edifício histórico do Saldanha, depois de concluídas as obras.

Num comunicado enviado aos assinantes do cartão Medeia, a empresa dá conta que o edifício já se encontra parcialmente em obras e que, em breve, o cineteatro (a maior sala localizada no andar de cima, que funcionou intercaladamente nos últimos meses) será encerrado. Contudo, expressa o “compromisso” de voltar a “programar a sala do cineteatro” a tempo inteiro quando terminarem as obras.

A informação foi confirmada à Time Out por Paulo Branco, que gere as salas de cinema. O produtor referiu ainda que não sabe de mais pormenores, mas que “está previsto que o espaço da sala 4 seja preservado”.

A partir de Outubro, o Espaço Nimas, a outra sala Medeia sobrevivente (já ficaram pelo caminho as do Residence, do Fonte Nova e o King), receberá uma programação que se irá aproximar do número total de filmes que tem sido apresentado nos dois cinemas (Monumental e Nimas). Este espaço fica na Avenida 5 de Outubro, próximo do Monumental. Além da nova programação reforçada, que será apresentada mensalmente, serão anunciados em breve novos espaços em Lisboa, que receberão sessões especiais.

O edifício Monumental, de 12 pisos, alberga escritórios e um centro comercial, e estará em obras durante um ano, recebendo um investimento de 28,9 milhões de euros. A fachada e o interior do prédio serão totalmente remodelados, com o intuito de tornar o edifício “mais eficiente e mais sustentável ambientalmente”, revelou à Time Out a Merlin Properties, a empresa responsável da obra, em Maio deste ano.

De acordo com a consultora JLL, outro dos intervenientes no projecto, o Monumental estará de regresso no final de Setembro do próximo ano. A reabilitação é assinada pela Broadway Malyan, um atelier de arquitectura conceituado, responsável pelo hotel Avani, junto à Avenida da Liberdade, ou o Moxy Hotel Picoas, a inaugurar no final do ano.

+ O Monumental vai mudar completamente

+ O cinema Monumental no Saldanha vai fechar

Últimas notícias

    Publicidade