A Time Out na sua caixa de entrada

Life on the longboard 2nd wave
DRLife on the longboard 2nd wave

Museu do Oriente acolhe ciclo de cinema japonês com sessões gratuitas

As entradas requerem levantamento dos bilhetes no próprio dia. Há quatro filmes e as sessões acontecem às sextas e sábados até 19 de Setembro.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Verão combina com ciclos de cinema e o Museu do Oriente não falha em trazer os seus para a programação veranil. A partir de 28 de Agosto e até 19 de Setembro, às 18.00, o auditório do museu é ocupado pelo ciclo de cinema japonês contemporâneo “Sozinhos Juntos”. As sessões, todas as sextas e sábados, são gratuitas. 

A iniciativa assinala os 160 anos de relações diplomáticas entre o Japão e Portugal. “As relações humanas – românticas, familiares, sociais e profissionais - sob o signo da melancolia, são o fio condutor dos quatro filmes contemporâneos, cada um apresentado em duas datas distintas e legendados em português”, referem em comunicado. 

The Tokyo night sky is always the densest shade of blue, de Yuya Ishii, é o primeiro filme a ser projectado nos dias 28 de Agosto e 12 de Setembro. O filme conta a história de Mika, uma enfermeira durante o dia, uma anfitriã de um bar feminino à noite. O cenário é Tóquio, em 2017, onde palavras vazias, um sentimento de desgraça e sentimentos de isolamento coexistem com esperança, confiança e amor.

The Tokyo night sky is always the densest shade of blue
The Tokyo night sky is always the densest shade of blueDR

A 29 de Agosto e 4 de Setembro, será a vez de Dear Stranger, de Yukiko Mishima, focado num homem de 40 anos que vê a sua vida mudar quando a esposa engravida. A família começa a desmoronar-se e a vida laboral vai pelo mesmo caminho. 

Three Stories of Love, de Ryosuke Hashiguchi, mostra três histórias distintas que trilham um fio de esperança, amor, rejeição e abandono. O filme é projectado a 5 e 11 de Setembro. 

Já a 18 e 19 de Setembro, a tela preenche-se com Life on the longboard 2nd wave, de Ichiro Kita. A história centra-se em Kotaro Umehara e retrata o renascimento de um homem que tinha desistido do seu sonho, mas que depois tentou erguer-se de novo, enfrentando-se a si próprio, através do surf, cercado pela bondade das pessoas ao seu redor.

Apesar de a entrada ser gratuita, requer levantamento de bilhete no próprio dia, estando sujeito à lotação da sala para o cumprimento das regras de segurança e higiene impostas pelas autoridades de saúde. 

Museu do Oriente. Avenida Brasília, 352. Sextas e sábados 28 Agosto a 19 Setembro, 18.00. Entrada livre (mediante levantamento de bilhete).

+ Leia aqui a edição gratuita da Time Out Portugal e descubra os melhores sítios para petiscar

+ Já há uma esplanada exclusiva para provar o take-away do Time Out Market Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade